Soluções simples para o ar-condicionado não atrapalhar o decór

Arquiteto Bruno Moraes explica como inserir ou mesmo camuflar o aparelho para que esteja em harmonia com os demais elementos do ambiente

Soluções simples para o ar-condicionado não atrapalhar o decór
Está cada vez mais difícil deixar um ambiente do lar sem ar-condicionado, afinal, este equipamento é essencial para enfrentar os picos intensos do verão. Mas para quem se preocupa com a estética dentro do décor, é possível contornar a questão e deixá-lo mais discreto | Projeto Bruno Moraes Arquitetura | Fotos: Luis Gomes

A climatização é muito importante para que as pessoas tenham conforto durante os dias mais quentes do verão, ainda mais no Brasil. Por mais que se trate de um recurso essencial, os equipamentos que refrescam a casa podem incomodar quando o assunto é decoração. Nessas situações, a solução que muitos moradores encontram é camuflá-lo no móvel, principalmente a condensadora. Só que para tomar uma decisão bem embasada e que não coloque em risco a segurança, é preciso contar com a orientação de um especialista. É por isso que o arquiteto Bruno Moraes, à frente do escritório Bruno Moraes Arquitetura, indica as melhores maneiras de esconder o ar-condicionado ou, quem sabe, aplicá-lo como um elemento do próprio decór.

Antes de mais nada, o profissional recomenda executar uma caixa de vidro em torno da condensadora, que geralmente é a parte que mais atrapalha em termos de estética. Essa estrutura fica totalmente aberta para o lado de fora do imóvel, possibilitando a troca de ar, e fechada na parte interior, evitando a entrada do calor. Inclusive, esse é um dos fatores fundamentais para a segurança, pois uma abertura insuficiente causará o superaquecimento do equipamento. Já a manutenção se torna simplificada ao se colocar uma porta na caixa para facilitar o acesso, conforme necessário.

Soluções simples para o ar-condicionado não atrapalhar o decór
A solução do arquiteto Bruno Moraes para este apartamento foi aproveitar o móvel que protege a condensadora na varanda para criar um belo banco com futon e recosto, que recebeu, ainda, plantinhas na parte de trás para arrematar a decoração | Fotos: Guilherme Pucci.

“Uma vez protegido, o morador tem mais flexibilidade nos materiais para o revestimento. Até mesmo um MDF, que não aguentaria umidade, pode ser aplicado. Caso não se execute a caixa de vidro, este móvel precisa ser feito com algum elemento resistente a intempéries, como madeira maciça ou alumínio”, orienta o profissional sobre a construção.

Quando o imóvel não apresenta uma varanda – ambiente preferido para a instalação da unidade externa do equipamento, as possibilidades se voltam para a colocação na área de serviço ou, em último caso, no banheiro. O critério, além do espaço, também é considerado no que diz respeito à presença de janelas – condição fundamental para a condensadora realizar a troca de ar.

Mas a história não termina aí. O desafio de disfarçar o sistema do ar-condicionado oferece um potencial generoso no décor, já que as soluções abrem uma ampla frente de possibilidades. Com a criatividade do profissional de arquitetura, Bruno revela é que possível transformar em um jardim, encosto de banco, móvel para sala, buffet para mesa de jantar e muitos outros. Tanto a praticidade, como um simples componente decorativo se torna viável, como um móvel multifuncional, trazendo, por exemplo, mais lugares para os convidados sentarem ou um momento de tranquilidade ao cultivar flores.

Soluções simples para o ar-condicionado não atrapalhar o decór
Aqui, a varanda ganhou um assento a mais e um espaço para o cultivo de plantas, que poderão receber muita luz natural no móvel que camufla a condensadora | Foto: Guilherme Pucci.

No entanto, além da unidade externa, vale trazer a própria evaporadora – o aparelho do ar-condicionado – para este debate. Hoje em dia, as pessoas buscam modelos mais bonitos, que combinem com a estética do espaço, e existem várias jogadas que permitem a inovação nesse sentido. Uma saída para disfarçá-lo é pintar ou adesivar na mesma cor da parede, do teto ou de algum item decorativo, como um móvel ou uma luminária.

Soluções simples para o ar-condicionado não atrapalhar o decór
O escritório Bruno Moraes Arquitetura apostou na finalização cinza para os aparelhos desta residência, combinando com o estilo industrial que permeia todo o apartamento | Fotos: Guilherme Pucci.

Quem não está interessado em seguir esse caminho tem como alternativa posicioná-lo em locais estratégicos, como o espaço que sobra em cima do armário. A configuração é especialmente boa para ambientes pequenos – requisito que torna prioridade a missão de esconder o aparelho. Porém, mesmo em situações assim, o arquiteto Bruno aconselha nunca colocar a evaporadora de frente à cama, para que o ar gelado não recaia diretamente sobre quem estiver dormindo.

Além disso, o especialista acrescenta: “precisa tomar cuidado para o guarda-roupa não atrapalhar o insuflamento do ar gelado. Por exemplo, se a evaporadora estiver instalada na parede e o móvel for profundo, pode dificultar a saída do ar gelado. Nessa situação, teria que instalar a evaporadora mais para frente, afastada da parede”, analisa.

Já como uma forma ainda mais discreta, existe a possibilidade de inserir a evaporadora dentro de um móvel com porta ou painel e abri-lo somente na hora de usar. Alternativamente, visando evitar esse trabalho, pode-se apostar no uso de armários ripados, telados ou de muxabari.