Carlos Sales recria ‘Tocando em Frente’: uma ode à beleza cotidiana

Carlos Sales
Carlos Sales (Crédito: Chris Duck)

Carlos Sales se entrega ao seu lado intérprete ao oferecer uma visão própria de um dos pilares da música brasileira: “Tocando em Frente”, composição de Almir Sater e Renato Teixeira. A primazia das violas tão associadas a essa canção dá lugar à sonoridade da steel guitar, propondo um novo olhar sobre uma das mais belas crônicas cotidianas da música caipira.

Ouça “Tocando em Frente”: https://song.link/i/1691114355 

Assista ao clipe de “Tocando em Frente”: https://youtu.be/LBvVZ3U-gnU 

Ao lado do renomado produtor musical e músico, Rick Ferreira (violões, guitarra barítono, steel Guitar, pad e piano), Carlos Sales (vozes, bateria, percussão, baixo e synth) também assina a co-produção. Se no seu trabalho autoral ele cria canções do zero, aqui Sales se desdobra em um escultor sonoro, buscando novas camadas para uma canção tantas vezes revisitada.

O momento de voltar a “Tocando em Frente” coincide com os quase 40 anos de seu lançamento. A canção saiu em 1984, em um Brasil sob a sombra da ditadura já há duas décadas e na iminência da democracia, transmitindo uma mensagem de resistência e esperança em tempos difíceis. Hoje, embora o país tenha passado por mudanças políticas e esteja enfrentando novos desafios, como a polarização e crises econômicas, a sociedade brasileira continua lutando por justiça social. A música ainda ressoa como um hino de perseverança, inspirando os brasileiros a enfrentar as adversidades e manter a esperança em um futuro melhor – daí seu título atemporal.

“Além da beleza melódica envolvente, essa música tem uma mensagem com a qual eu também me identifiquei. Ela fala sobre levar a vida com leveza, ir apenas seguindo sem grandes expectativas. Melodia e letra estão em total harmonia me passando uma lição de que as experiências da vida, as boas e as ruins, fazem parte de algo maior nos lembrando que a cada chuva uma flor é regada. Contemplar o tempo é uma sabedoria”, ele conclui.

O lançamento do single de Carlos Sales soma-se a uma carreira que já inclui os álbuns “Assim” (2012) e “Pra lá de sério” (2017), além dos singles “Festa no Céu” (2021) e “Gostoso Demais” (2021). Sua música sempre busca transmitir uma perspectiva positiva e promover conexões humanas.

Desde sua estreia, Carlos Sales não se limitou apenas à bateria, seu instrumento de início de carreira, mas também gravou violões, teclados e diversos outros instrumentos. Como baterista, ele tem trabalhado com Maurício Baia por mais de uma década, tendo se apresentado juntos no Rock in Rio, Lollapalooza e em shows internacionais. Além disso, Carlos colaborou com artistas como André Carvalho, Qinho, Pedro Mann e outros.

Ele também fez parte de bandas emblemáticas da cena independente carioca, como Medusas, Mané Sagaz, Les Pops e Stereomoog. Carlos já se apresentou ao lado de Arnaldo Brandão, na banda Hanoi Hanoi, e foi baterista em alguns shows do projeto Baú do Raul, acompanhando artistas como Marcelo Nova, BNegão, Plebe Rude, Wilson Sideral, Sandra de Sá, Chico Chico e Karina Buhr.

Agora, Carlos Sales embarca em uma nova fase de sua carreira como cantor, assumindo seu lado de intérprete. “Tocando em Frente” já está disponível nas principais plataformas de música.