HOME Destaques do Editor Caminhada do Coração reuniu sete mil pessoas no domingo em Curitiba

Caminhada do Coração reuniu sete mil pessoas no domingo em Curitiba

Caminhada do Coração reuniu sete mil pessoas no domingo em Curitiba

Maior evento público de promoção da saúde no Brasil, organizado pelo Hospital Cardiológico Costantini, percorreu 4 km, da Praça do Japão ao parque Barigui

A manhã de sol e calor no domingo em Curitiba foi também de promoção da saúde para cerca de sete mil pessoas que caminharam quatro quilômetros, da Praça do Japão ao Parque Barigui, na décima nona edição da Caminhada do Coração, promovida pelo Hospital Cardiológico Costantini

Maior evento público para promoção de hábitos de vida saudáveis no Brasil, a Caminhada é realizada todo ano no mês de setembro. A próxima sexta-feira, 29 de setembro, é o Dia Mundial do Coração.  “Que alegria ver todas essas pessoas saindo de casa numa manhã de domingo para celebrar a saúde e a qualidade de vida. A atividade física é o melhor remédio”, afirmou o médico cardiologista Costantino Costantini, ao dar a largada para o evento.

Famílias, crianças, casais, jovens e adultos de todas as idades caminharam juntos até o Parque Barigui.  Como as amigas Alda Melo do Nascimento, de 78 anos, Maria Frote, 67, e Julia Inês Olekszchen, 64, que participaram, juntas, pela primeira vez. “Costumamos fazer atividade no Barigui e decidimos vir na Caminhada porque é também uma festa para a saúde. Não importa a idade, não se pode perder o pique”, disse Alda.

Caminhada reuniu 7 mil pessoas

No pique também estava o casal Dolciano, 58, e Lucia Coca, 54, que completou sua décima sexta caminhada. “Todo ano a gente vem. Se eu desanimo um pouco, ela me puxa e a gente completa o percurso juntos”, disse Dolciano.

Cuidados com o coração

No Brasil, cerca de 14 milhões de pessoas estão diagnosticadas com alguma cardiopatia, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia. Atividades físicas e alimentação saudável podem ajudar.  “Não podemos nos lembrar do coração apenas quando há um aperto no peito ou uma dor, é preciso haver prevenção”, recomenda o doutor Costantini. “E quer melhor prevenção que o exercício físico? Combate o estresse, combate a depressão, ajuda a controlar o peso, melhora a pressão arterial, faz bem ao coração, enfim, a lista de benefícios é enorme. Esse é o legado que quero deixar.”

SEM COMENTÁRIOS

Sair da versão mobile