Indústria náutica nacional faz crescer demanda por iates acima de 24 metros por brasileiros

Com alta aceitação pelo consumidor norte-americano, os iates do estaleiro nacional OKEAN Yachts têm conquistado também o público brasileiro que, nos últimos 12 meses, aumentou o seu “share” dentro dos mercados da OKEAN em nível global e representa, hoje, cerca de 15% da produção anual dividindo o restante com os EUA e países da Europa. O novo modelo de 80 pés, com mais de 24 metros, impressiona e será entregue nos próximos dias para cliente de São Paulo. O lançamento para o mercado brasileiro da nova OKEAN 80 está previsto para este semestre. 

O crescimento do setor náutico e o desenvolvimento da indústria no Brasil nos últimos anos, a exemplo do aumento de 15% na produção de embarcações de recreio e lazer no último ano, segundo a associação náutica brasileira Acobar, tem contribuído para que modelos produzidos em solo brasileiro sejam exportados para diferentes países e também conquistem consumidores brasileiros. O próprio Ministro do Turismo, Celso Sabino, divulgou recentemente em evento náutico de Foz do Iguaçu que a indústria náutica brasileira está entre as melhores do mundo e a náutica tem chamado a atenção para o turismo e geração de empregos. 

Em termos de fabricantes, o estaleiro OKEAN Yachts, que, além de exportar cerca de 85% da sua produção para o exterior, com grande foco nos Estados Unidos, observa um crescimento de 15% nas vendas de embarcações da marca no Brasil nos últimos 12 meses, se comparado com o ano anterior. Com 3 modelos disponíveis para comercialização, todos de grande porte, de 52 pés, 57 pés e 80 pés, esta última, que mede pouco mais de 24 metros e tem quase de 250m² de área, ganha destaque perante os iates ‘irmãos’ e tem conquistado cada vez mais as águas brasileiras. A nova OKEAN 80 tem uma entrega confirmada para este mês a cliente brasileiro e outras 2 embarcações do mesmo modelo estão em andamento em linha de produção, todas para o país. Já o lançamento está previsto para este semestre. 

“Estamos vivendo um cenário positivo para a náutica brasileira e esperamos uma atenção cada vez mais estratégica dos órgãos federais e estaduais já que a indústria, por ser artesanal, é alta geradora de empregos. Termos conosco clientes brasileiros significa navegar no próprio país, o que potencializa a economia do mar e também vários outros setores como hoteleiro, gastronômico e demais”, comenta o CEO do Grupo OKEAN, Roberto Paião.

Além da OKEAN YACHTS, pela alta qualidade produtiva, o estaleiro também é um único fora da Itália com licença de fabricação da Ferretti Yachts, do mundial Grupo Ferretti. Atualmente, a fábrica conta com 16 gigantes, barcos acima de 50 pés, em construção de forma simultânea. 

Conheça a OKEAN 80

Yacht Revelação do Ano no World Yachts Trophies, em Cannes, e vencedora da categoria ‘Iate’ no Prêmio Bombarco Baleia de Ouro, a nova versão da OKEAN 80, do estaleiro brasileiro OKEAN Yachts, impressiona especialmente pelas dimensões e design moderno, que mescla elegância e se integra perfeitamente às águas. Com projeto assinado pelo designer italiano, Paolo Ferragni, o iate tem mais de 24 metros de comprimento e largura (boca) máxima de 7,7 metros, que garante mais espaços e estabilidade para navegação.

O convés principal é diferenciado pela sua amplitude, com 120m², todo cercado por vidros, do chão ao teto, além de ‘varandas’ contam com decks laterais de quase 15m² que se abrem totalmente, e são inéditas para um barco dessas dimensões fabricado no Brasil.

Posto de comando amplo e diferenciado localizado no convés superior, 4 generosas suítes e espaços amplos em 3 pavimentos para convivência, lazer e refeições tornam a OKEAN 80 um ícone mundial da navegação. A embarcação possui ainda acabamentos em teka e pedras nobres em todos os ambientes, além de tecidos e revestimentos de alto padrão.

O iate tem motorização dupla V12/MAN, de 1650hp.