Empreendimento com quase 200 apartamentos tem 100% das unidades vendidas no lançamento

Com VGV de R$ 60 milhões, B41, das incorporadoras ALTMA e HIEX, é o primeiro Student Housing do Paraná e será construído em frente ao câmpus Curitiba da PUCPR

As incorporadoras ALTMA HIEX conseguiram um feito inédito em pelo menos uma década em Curitiba: zerar as vendas dos 187 apartamentos do empreendimento B41 no dia do lançamento, que ocorreu no último fim de semana. “Após a fase de representamento, treinamento e a convenção de vendas, por meio de live para corretores de imóveis, a nossa expectativa era acelerar as vendas no lançamento. Mas, ao fim do evento, 100% das unidades estavam vendidas, o que é um marco bem expressivo. Geralmente, um produto imobiliário é vendido ao longo de todo o ciclo de obras e chega a ter estoque de até 70% após a conclusão e entrega. Conseguimos zerar o B41 sem ter colocado um tijolo no empreendimento”, afirma o sócio e diretor de desenvolvimento imobiliário da ALTMAGabriel Falavina.

Com previsão de início das obras em 2025, o B41 é o primeiro Student Housing do Paraná e irá atender, com exclusividade, ao modelo que se tornou a principal tendência de moradia universitária na cidade de São Paulo. Localizado em frente ao câmpus Curitiba da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), o empreendimento terá studios e apartamentos compartilháveis, com gestão profissional das moradias estudantis e infraestrutura completa. O multirresidencial terá áreas comuns como piscina, cinema ao ar livre, churrasqueiras, lounge, salas de estudo e de jogos eletrônicos, refeitório e áreas de convivência abertas à comunidade, que incluem praça e espaços comerciais.

O sucesso de vendas é a prova do valor da inovação no mercado imobiliário. O B41 é um oceano azul, porque é um empreendimento sem concorrência. Atualmente, se fala sobre a superoferta de studios, que estariam virando um produto ´commodity´, em função do excesso de oferta nas capitais. Mas o B41 é o único de sua categoria em Curitiba e atende às necessidades dos investidores e público-alvo de estudantes universitários”, avalia Falavina.

O nome do empreendimento faz referência ao ambiente da universidade, com a letra “B” de “Bloco” e o DDD “41”, que é o prefixo de Curitiba. Com um público-alvo determinado e demanda crescente de imóveis para locação para estudantes que vêm a Curitiba para fazer o curso superior ou que procuram opções para reduzir os deslocamentos na cidade, o B41 é uma excelente opção para investidores. “É um modelo emergente de moradia estudantil, com infraestrutura específica para o público-alvo e que permite contratos de locação flexíveis e gestão profissional que, além de garantir alta rentabilidade para o investidor, elimina a burocracia e os inconvenientes do gerenciamento de aluguel. O B41 traz para o Paraná uma solução inteligente de moradia universitária e um modelo de negócios em plena expansão em capitais como São Paulo”, analisa o diretor-executivo da HIEX EmpreendimentosLucas Poletto.

Desde a etapa de concepção, o B41 conta com uma parceria inédita da ALTMA e HIEX com a PUCPR, com foco no Ensino, Pesquisa e Extensão. O acordo prevê uma série de atividades envolvendo universitários de diferentes cursos. Entre as ações previstas estão a criação de uma disciplina e de Programa Institucional de Bolsas de Empreendedorismo e Pesquisa (PIBEP) apadrinhados pelas incorporadoras, além de programas de estágio remunerado. A parceria prevê, ainda, hackathons e ideathons e estudos de campo no canteiro de obras do empreendimento.

Desde o início de 2023, o terreno situado na Rua Imaculada Conceição, 960 – Prado Velho, onde o B41 será construído, é utilizado pelos moradores da região como uma praça de lazer e práticas esportivas. O HUB ALTMA HIEX, que será desativado somente com o início das obras, tem quadras de beach tennis e basquete, além de espaços para a realização de eventos, com paisagismo, iluminação e infraestrutura para a convivência.