Escritório Maganhoto & Casagrande aponta tendência para interação e praticidade na arquitetura e interiores

Promover a aproximação das pessoas é um desafio nos dias de hoje. A internet, e com ela as redes sociais, e-mails e smartphones com centenas de aplicativos que giram em torno do relacionamento interpessoal vêm desacelerando o contato face a face entre as pessoas. Até mesmo dentro de uma residência isso ocorre. Os moradores, muitas vezes, se isolam em um mundo virtual e abandonam aquela convivência participativa. Ambientes muito segmentados a portas fechadas são fatores que inibem a rotina compartilhada, por exemplo.
O escritório Maganhoto & Casagrande, especializado em projetos contemporâneos de alto de padrão, entende que projetar a arquitetura de um espaço residencial é considerar as exigências da atualidade. “O relacionamento intimista de familiares pode ser facilmente visível quando se há integração entre ambientes de um lar”, aponta o designer Daniel Casagrande. A conexão de salas e cozinha é mais comum, bem como de área externa com interna, principalmente no caso de apartamentos pequenos. Aproveita-se mais os espaços, as funcionalidades, tem-se a sensação de amplitude, linearidade. “A metragem do espaço físico, se é casa ou apartamento, se é construção nova ou reforma, são questões fundamentais para dar início a projeção arquitetônica que será implantada”, atenta o arquiteto Luiz Maganhoto.
Diversos aspectos são levados em conta ao pensar no estilo de moradia, como topografia do terreno, insolação, economia, estrutura física, metragem, número de moradores, entre outros.  “Na década de 60, 70 e 80 as famílias segmentavam mais seus lares, por um aspecto cultural da época. A partir dos anos 90, 2000, deu-se início ao conceito de integração de cômodos, até em função da diminuição do espaço físico dos apartamentos”, esclarece o designer. Antigamente as pessoas tinham mais filhos na família. Hoje, o perfil familiar é outro, busca-se praticidade e união para combater o vício da internet e o desligamento do mundo real.
Outro fator que impulsiona a união de espaços são as ocasiões que reúnem convidados, como encontros e eventos entre familiares e amigos. Desta forma, com a integração entre ambientes, a residência comporta um número maior de pessoas.
Sobre Maganhoto e Casagrande Arquitetos Associados:
O arquiteto paisagista Luiz Maganhoto e o designer Daniel Casagrande estão a frente do escritório Maganhoto e Casagrande Arquitetura, que por oito anos consecutivos esteve em primeiro lugar na premiação TOP 100 Kaza Paraná, uma homenagem aos arquitetos e designers mais atuantes e influentes em todo o território nacional. Os profissionais acumulam prêmios e projetos notáveis e dentre seus feitos estão 500 clínicas espalhadas pelo mundo, além de inúmeros projetos residenciais e interiores de alto padrão.
Serviço:
Maganhoto e Casagrande Arquitetura
Rua Dr. Ney Leprevost, 241 – Curitiba
Bruna BG Comunicação
Crédito da foto dos arquitetos: Gerson Lima
Crédito das fotos do projeto: Roger Dipold

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.