TIM Tec lança curso online e gratuito de Programação de Games

Cerca de um em cada quatro brasileiros dizem jogar videogame. Mais que uma paixão nacional, os games também se traduzem em um mercado promissor, que faturou R$ 1 bilhão em 2014 e cresceu a taxas entre 9% e 15% nos últimos cinco anos, segundo a Associação Brasileira de Games (Abragames). Pensando em oferecer ainda mais oportunidades para quem quer apostar nesse segmento, TIM Tec – plataforma do Instituto TIM que oferece cursos profissionalizantes gratuitos à distância – acaba de lançar o curso de Programação de Games. Ministrado pelo doutor em Ciências João Bernardes, da Universidade de São Paulo (USP), o curso tem como objetivo apresentar os principais elementos que compõem um jogo eletrônico e suas técnicas de manipulação, capacitando os alunos para desenvolver seus próprios games.

O novo curso é voltado tanto para estudantes como para profissionais das áreas de tecnologia da informação ou design, com conhecimentos prévios de programação e da linguagem Javascript e que se interessem pelo desenvolvimento de jogos eletrônicos. A formação inclui aulas em vídeo, testes e atividades online, exercícios individuais e material didático de apoio, totalizando dez capítulos.

“O conteúdo teórico será acompanhado pelo desenvolvimento de exemplos práticos que, ao longo do curso, resultarão no desenvolvimento de um jogo simples, em duas dimensões, visando facilitar o aprendizado e aumentar a motivação dos alunos”, explica o professor João Bernardes.

 

Como funciona

TIM Tec é uma iniciativa do Instituto TIM baseada em três pilares: software livre, produção de cursos e parcerias com instituições de ensino. O projeto começou em 2013 com o objetivo de desenvolver uma plataforma virtual que disponibilizasse cursos online, livres e gratuitos sobre tecnologia, produzidos especialmente para esse fim e, hoje, já conta com mais de 12,6 mil alunos cadastrados em 17 cursos.

Por ser baseada no conceito MOOC (Massive Open Online Course), qualquer pessoa pode acessar a ferramenta pelo sitehttp://timtec.com.br/pt/ e fazer os cursos gratuitamente. Ao mesmo tempo, TIM Tec é um software livre que pode ser usado por escolas, universidades, coletivos – cada instituição pode ter sua própria instalação, totalmente autônoma, da plataforma. O software pode ser baixado, instalado, modificado e melhorado (desde que os programadores envolvidos conheçam sua linguagem).

Hoje, a plataforma e os conteúdos de TIM Tec estão sendo compartilhados com Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia com o apoio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (SETEC/MEC). As instituições parceiras conhecem o projeto, instalam o software e, se quiserem, podem adicionar os cursos de TIM Tec ou seus próprios cursos à plataforma. No início de novembro, cerca de 70 gestores e técnicos de instituições públicas de ensino da Rede e-Tec Brasil e órgãos governamentais participaram de uma formação para a instalação e uso do software na sede do MEC, em Brasília.

 

Sobre o Instituto TIM

Fundado em 2013, o Instituto TIM (www.institutotim.org.br) tem como missão criar e potencializar recursos e estratégias para a democratização da ciência, tecnologia e inovação, promovendo o desenvolvimento humano, utilizando a tecnologia móvel como um dos principais habilitadores. Possui quatro pilares que definem sua atuação: Ensino, que tem como foco a educação em ciências e matemática; Aplicações, com o objetivo de desenvolver novas soluções tecnológicas; Inclusão, com a difusão do conhecimento de tecnologias de informação e de comunicação; e Trabalho, criando novas formas de atuação por meio do conhecimento tecnológico. Todas as soluções tecnológicas desenvolvidas pelo Instituto TIM são livres. Os projetos do Instituto TIM já envolveram mais de 300 mil pessoas em todo o país.

<mgroth@timbrasil.com.br>

tim

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.