Mês da Fotografia 2016: “A Vida – Uma Celebração da Fotografia”, com apoio da Oi e Oi Futuro

A vida é uma dádiva compartilhada por todos, feita de momentos especiais, que transformam e modificam a história em proporções variadas. E é essa pitada de magia, que cada ocasião tem a possibilidade de carregar em si, que o Mês da Fotografia 2016 rende homenagem em sua sexta edição ao tema A Vida – Uma Celebração da Fotografia. Fruto da parceria entre o Coletivo Fotográfico Lente Cultural e o Serviço Social do Comércio (SESC) e com o patrocínio da Oi e apoio cultural do Oi Futuro, por meio da Lei de Incentivo a Cultura do GDF, o evento acontece durante todo o mês de agosto com exposições diversas, palestras, show, além da grande exposição coletiva e o primeiro “Walking Gallery” da cidade, no dia 19 de agosto, Dia Internacional da fotografia.

Oito exposições estarão montadas em diferentes pontos do DF. No Museu da República, a Coletiva de Fotógrafos do Centro-Oeste reúne exatamente 102 fotografias de profissionais e amantes da sétima arte e sua abertura será dia 03 de agosto. Os trabalhos foram selecionados entre 570 imagens de 218 autores de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal. Para o realizador do evento e diretor do Coletivo Fotográfico Lente Cultural, Eraldo Peres, este é um dos grandes destaques da programação justamente pelo seu caráter inclusivo e acolhedor. “Com esta exposição conseguimos dar visibilidade tanto para quem está começando, como para aquele que quer consolidar seu trabalho”, destaca. “E sendo o maior evento do gênero na região, precisamos aproveitar sua força e visibilidade para trabalhar temas relevantes e transformadores, como a celebração da vida em um momento tão obscuro pelo qual estamos passando agora”, acrescenta Peres, que esse ano preparou uma apresentação de fotos projetadas na cúpula do Museu para a noite de abertura.

E a programação de exposições segue em diferentes locais: A unidade de Ceilândia recebe a coletiva “Norte” de dez fotógrafos de renome de Brasília que criaram três imagens, cada um deles, inspirados em dez músicas da Banda Superquadra.

E ainda inspirados em música, os fotógrafos do Coletivo Lente Cultural (DF) se inspiraram nas composições que falam de Brasília para criar a exposição “Notas da Cidade”, que será montada no Conjunto Nacional. Entre as músicas que viraram cliques estão “Faroeste Caboclo” de Renato Russo, “Um Telefone é muito pouco”, de Renato Matos e “Traço do Arquiteto”, de Djavan, entre outras. No Sesc da 504 sul, o fotógrafo e artista plástico Luiz Jungmann Girafa apresenta das exposições “Lugar de Passagem” e “Conversa Paralela”. No Sesc do Gama, Tadeu Prado” mostra o resultado dos últimos três anos de trabalho em “Resiliência”. Em Taguatinga Norte, o grupo “Ladrões de Alma” comemora seus 25 anos com uma exposição retrospectiva. E no Sesc Ceilândia a exposição “Fé(stas) Goianas, Um jeito popular de celebrar a vida”, do Coletivo Olhares do Cerrado (GO) mostra o espírito festivo do povo goiano. Todas as exposições abrem dia 3 de agosto e ficam abertas ao público até o dia 31 de agosto.

Entre as atividades do Mês da Fotografia está a concorrida série de bate-papos e encontros com os autores que está programada para acontecer em diferentes momentos nos auditórios do SESC da Ceilândia e da Asa Sul. A programação completa segue abaixo, mas vale destacar o primeiro deles no dia 02 de agosto (19h30), na unidade da 913 Sul. Com o tema “Os Desafios da Autoria e da Curadoria na Fotografia”, Eustáquio Neves e Wagner Barja compartilham opiniões sob a mediação da jornalista Márcia Zarur.

Dia Mundial da Fotografia

Como o tema do evento sugere a celebração da vida através da fotografia, nada melhor do que fazer isso literalmente na prática. Por isso mesmo está marcado para o dia 19 de agosto o tradicional #FotografaçoBSB, em comemoração ao Dia Mundial da Fotografia. Esta é uma das atividades mais divertidas e esperadas pelo público brasilense, uma vez que fotógrafos e simpatizantes podem trocar conhecimentos, fazer amizades e compartilhar sua paixão comum. Diferente das outras edições, os organizadores irão realizar o “Walking Gallery” – Exposição Individual Itinerante. A ideia é que cada um traga uma foto autoral impressa para percorrer um tour de pontos na região central do Plano Piloto, expondo sua obra nas mãos para os transeuntes que passam. A participação é livre, e basta confirmar a presença pelo e-mail – expomes@gmail.com.

O “Walking Gallery” começa a partir das 15h00, na Plataforma Superior da Rodoviária, entre o Conic e o Conjunto Nacional. A segunda parada dos “expositores” é na lateral do Teatro Nacional (em frente ao mural externo de cubo do Athos Bulcão). Depois a comitiva desce em linha reta para o semáforo do Eixo Monumental, sentido Torre de TV. Toda vez em que o sinal ficar vermelho, a pista será ocupada pelos interventores urbanos, que terminam a caminhada, por volta das 17h00, na frente do Museu da República. Food bikes, DJs e outras surpresas esperam em grande festa aqueles que completarem o circuito. “Brasília toda está convidada” diz Eraldo Peres.

Confira todo o painel de exposições coletivas e individuais, programação completa de bate-papos e mais informações sobre o Walking Gallery estão disponíveis no site www.mesdafotografia.wix.com/2016, também acessível para plataforma mobile.

Serviço

O quê: FESTIVAL MÊS DA FOTOGRAFIA 2016

Onde: Museu da República; SESC 504 Sul, 913 Sul, Ceilândia e Gama; Metrô (Rodoviária, Galeria dos Estados, Praça do Relógio e Ceilândia Centro)

Período: de 02 a 30 de agosto

mes da fotografia 2016

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.