Ajuda familiar é fundamental quando o assunto é perda auditiva nos idosos

No próximo domingo (01/10) comemora-se o Dia Nacional do Idoso. E é por volta dos 50, 60 anos, que vamos perdendo nossa capacidade auditiva. Isso acontece porque, com o passar dos anos, há o envelhecimento da cóclea, órgão sensorial da recepção do som. Fatores genéticos podem influenciar nessa perda de sensibilidade, mas há algumas causas externas que intensificam essa perda de audição ao longo dos anos, principalmente na terceira idade.

Veja também:
:: Clima seco, uso de ar-condicionado e os problemas para a saúde
:: Mitos e verdades sobre a rinite
:: Idosos são os que mais sofrem com o zumbido

De acordo com o otorrinolaringologista José Luiz Pires Junior, da Otorrinos Curitiba, há vários motivos para a perda auditiva, e cada caso deve ser analisado separadamente.

Em linhas gerais, podemos destacar como principais causas o uso de medicamentos tóxicos para o ouvido, que incluem desde analgésicos, anti-inflamatórios, antibióticos, diuréticos, até remédios para o câncer, entre outros. Existe a presbiacusia, que significa ‘audição do idoso’, relacionada a fatores genéticos. A redução na audição também pode ser causada por infecções, doenças crônicas, traumas ou exposição a ruídos”, lembrou o especialista.

remedios-audicao-idosos-otorrinos-curitiba

Cuidado com a exposição excessiva
Expor-se a ruídos por várias horas ao dia por tempo prolongado ou a um ruído muito intenso próximo ao ouvido pode acelerar muito a diminuição da percepção auditiva. De acordo com o doutor José Luiz, sons maiores do que 85 decibéis não devem ser ouvidos sem proteção por mais de 8 horas ao dia. Segundo ele, pessoas que trabalham em locais com muito barulho, como em aeroportos e indústrias, devem se proteger. “Sons de mais de 120 decibéis podem provocar lesões permanentes nas células da audição, mesmo após uma única exposição. Assistir a um show de rock próximo às caixas de som, por exemplo, atinge facilmente essa pressão sonora”, alertou.

Ajuda dos familiares
A família tem papel fundamental quando o assunto é perda auditiva nos idosos. E há alguns sinais claros quando eles estão começando a perder a audição. “A primeira coisa que os familiares notam é a necessidade de repetir algumas palavras e frases. O segundo sinal é o volume da televisão ou do rádio mais alto, e quando pedimos para que a pessoa abaixe, ela diz que não consegue ouvir”, lembra.

ajuda-familia-perda-audicao-idosos-otorrinos-curitiba

Caso note alguma dificuldade de audição nos idosos, o ideal é procurar um otorrinolaringologista. “Este profissional pode avaliar as possíveis causas dos seus sintomas e solicitar exames complementares adequados ao caso específico, para quantificar e qualificar uma eventual perda da percepção auditiva, alertou o médico.

O mais importante é que o tratamento tem que ser individualizado, quase sempre com abordagem multiprofissional, participando das decisões um fonoaudiólogo e, por vezes, um psicólogo.

Sobre José Luiz Pires Junior
José Luiz Pires Junior é médico formado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), com especialização em Otorrinolaringologia e Cirurgia Crânio-Facial no Hospital Angelina Caron. É responsável pelo Ambulatório de Otoneurologia da Especialização em otorrinolaringologia do Hospital da Cruz Vermelha desde 2008.

Sobre a Otorrinos Curitiba
A Otorrinos Curitiba é a mais nova referência no atendimento da área de otorrinolaringologia da capital paranaense. Inaugurada em setembro de 2015 no bairro Mercês, a clínica possui estrutura moderna, excelente localização, tecnologia de ponta e profissionais altamente renomados para oferecer o melhor atendimento aos pacientes.

A Otorrinos Curitiba possui horário de atendimento diferenciado: de segunda a sexta, das 8h às 22h, e aos sábados, das 8h às 20h. Para maior comodidade dos pacientes, possui estacionamento no local.

A clínica atende aos seguintes convênios: Unimed, Amil Assistência Saúde, Bradesco Saúde, Copel, Cassi, Evangélico Saúde, Mediprev, Sanepar, Saúde Caixa, Sinam, SulAmérica e Voam.

Serviço:
Otorrinos Curitiba
Rua Doutor Roberto Barrozo, 1381, 1º andar – Mercês
Telefone: (41) 3335-0302 / 3336-9640 / 3339-4084
Site: www.otorrinoscuritiba.com.br
Facebook: www.facebook.com/OtorrinosCuritibaPR/