Espetáculo de dança homenageia Ney Traple, pioneiro no ensino do tango no Paraná

Uma pesquisa sobre a vida da família de Ney Traple, professor de dança e precursor do ensino de tango em Curitiba, foi a base para o produtor e coreógrafo argentino Manuel Ortiz criar o espetáculo “Mi Nombre es Tango”, que será apresentado no próximo dia 21 de abril (sábado), no Cine Teatro Ópera, em Ponta Grossa (PR).

Essa foi a forma que Ortiz, ex-bailarino de "Forever Tango", musical consagrado na Broadway, encontrou para homenagear Traple e resgatar a história do aparecimento da dança na capital paranaense. O professor ensinou tango de 1935 a 1967, e foi mencionado por Dalton Trevisan, no livro “Em Busca de Curitiba Perdida”, no qual narra uma viagem pela cidade e relembra cenas e cenários.

A filha de Trapel, Miriam, que vive ainda em Curitiba, seguiu os passos do pai e se tornou a primeira bailarina da Academia de Danças do Círculo Militar de Curitiba, e também foi classificada para o corpo de baile do Teatro Guaíra.

Ortiz explica que a pesquisa, realizada em 2017 e fundamental para a construção da narrativa do espetáculo, reúne documentos históricos e personagens reais da cidade de Curitiba, comprovando que Traple foi um dos pioneiros do tango na cidade.

O espetáculo
Ao som do bandoneón (principal instrumento musical utilizado na execução do tango) do argentino Martín Mírol, “Mi Nombre es Tango” conta ainda com o piano de Rodrigo Martín Vazquez, violino de Luiz Gustavo Menezes Ruivo Nascimento, viola de Renato Rossi de Camargo Lima e baixo de Rafael da Costa. Compõem ainda o espetáculo os bailarinos Anna Martinelli e Jorge Aquino, Ana Carolina Franke e Julian Cazuni e Ursula Hoffmann e Luis de Avanço. “Todos os artistas se unem a uma história de paixão em cada tango interpretado”, salienta o diretor e coreógrafo Ortiz.

Musical acontece no deia 21 de abril em Ponta Grossa - Foto: Divulgação

Ficha Técnica
Produção e coreografia – Manuel Ortiz
Direção musical - Martín Mírol
Músicos: Rodrigo Martín Vazquez (piano), Luiz Gustavo Menezes Ruivo Nascimento (violino), Renato Rossi de Camargo Lima (viola) e Rafael da Costa (baixo)

Bailarinos: Anna Martinelli, Jorge Aquino, Ana Carolina Franke, Julian Cazuni, Ursula Hoffmann e Luis de Avanço

Serviço
“Mi Nombre es Tango”, uma homenagem a Ney Traple
Dia: 21 de abril (sábado), às 20 horas
Local: Cine Teatro Ópera (Rua XV de Novembro, 468), Ponta Grossa (PR)
Ingressos: plateia (R$ 90,00 e R$ 45,00); balcão (R$ 70,00 e R$35,00), à venda  Loja XV Cartuchos – Rua XV de Novembro, 449 – Centro. Informações Ingressos – (41) 3222 – 1414 / 3243 – 3686
Fundação Municipal de Cultura de Ponta Grossa / PR – 3222 - 3219

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu