Protótipo de poste movido a energia fotovoltaica com seguidor solar criado por alunos da Newton será apresentado em Paris

Projeto para solucionar gastos com energia pública em áreas urbanas e rurais por meio de solução sustentável já existente foi selecionado para ser apresentado na categoria “Inovação e Tecnologia” do 14º Encontro Internacional Fab Lab, que acontecerá em julho, na França

No final do ano passado, cinco alunos dos cursos de Engenharia Mecânica, Elétrica e de Controle e Automação da Newton Paiva conquistaram o prêmio de melhor trabalho na área de Engenharia do 17º CONIC – Congresso Nacional de Iniciação Científica. Agora, mais uma grande conquista: o projeto “Poste de iluminação operado com energia fotovoltaica com seguidor solar” foi selecionado para ser apresentado na categoria “Inovação e Tecnologia” do 14º Encontro Internacional Fab Lab, que acontecerá em julho, em Paris, na França.

“Fontes alternativas de geração de eletricidade, como as provenientes de energias naturais e renováveis, são sempre bem-vindas quando pensamos em projetos de construção sustentável, sejam obras privadas ou públicas. O poste solar é uma alternativa que potencializa uma solução sustentável já existente no mercado e pode acabar com o problema dos altos gastos com energia pública em áreas urbanas e rurais”, explica Andréia Sant’Anna, uma das professoras orientadoras do projeto e coordenadora do Smart Campus da Newton Paiva.

Segundo ela, o poste de luz idealizado pelos alunos Davino Neto, Hugo Nascimento, Ítallo Fernando Amaral, André Mattioli e Marley Luciano opera através de painéis solares e tem como diferencial a movimentação da placa fotovoltaica, que possibilita seguir o sol, potencializando o ganho de energia que é armazenada nas baterias de lítio.

O poste de iluminação operado com energia fotovoltaica e seguidor solar começou a ser desenvolvido pelos alunos da Newton em 2016, dentro da disciplina de Projeto Aplicado 4, que desafia os estudantes a apresentarem uma alternativa para um problema da sociedade. Segundo Andréia, “ainda é um protótipo, mas tem tudo para conquistar o mercado, pois é uma solução além do que já existe”.

A partir de agora, os alunos devem finalizar o projeto e fazer os testes que comprovem a eficácia do protótipo. A proposta é que seja possível implantar os postes na Vila Vicentina, em Sete Lagoas-MG, onde já existe um programa de geração de energia por placas fotovoltaicas em parceria com a CEMIG (Companhia Energética de Minas Gerais). Futuramente, o projeto pode ser aplicado em rodovias, estradas rurais, monumentos públicos e outros locais, melhorando a vida nas regiões mais carentes e colaborando com o meio ambiente.

Sobre o Centro Universitário Newton Paiva
Com sede em Belo Horizonte (MG), o Centro Universitário Newton Paiva tem 45 anos de história e é consagrado entre as principais instituições de ensino superior de Minas Gerais. A instituição oferece uma ampla oferta de cursos de graduação tradicional, tecnológica e a distância, e de pós-graduação, com nível acadêmico de alta qualidade - 80% do corpo docente formado por mestres e doutores. Conta com modernos laboratórios, centros e núcleos de prática em diversas áreas do conhecimento e programas de iniciação científica e extensão. Além da qualidade de ensino reconhecida e de privilegiar a prática, a Newton investe permanentemente no relacionamento com o mercado, firmando importantes parcerias para proporcionar a seus alunos as melhores perspectivas e oportunidades profissionais, incluindo convênio e acordos com instituições educacionais internacionais. Veja mais em  newtonpaiva.br.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu