Startup com inovação para o mercado fitness será acelerada pela Evoa

A Evoa é a primeira aceleradora de startups sem fins lucrativos do país e promove programa de aceleração para preparar, apoiar e desenvolver a startup DumbbellPro

Desenvolvido pela Empari Global Innovation, grupo de negócios digitais focados no desenvolvimento de softwares para pequenos e médios empresários, a Startup DumbbellPro, que potencializa a fidelização de alunos em academias participará do programa de aceleração da Evoa Aceleradora.

O primeiro ciclo de aceleração de 2019 da Evoa Aceleradora contou com um processo de seleção que envolveu a verificação de alinhamento com a cultura da aceleradora, se a proposta cumpre requisitos como MVP para Minimum Viable Product (ou Produto Mínimo Viável, na tradução ao português), B2B e disponibilidade dos empreendedores de estarem em Maringá durante o período de aceleração.

“O DumbbellPro é uma solução web/mobile voltada em resolver um problema muito sério das academias: a fidelização de alunos. O aluno começa a treinar na academia e com certeza ele tem um objetivo, seja emagrecer, seja ganhar massa muscular. Porém, muitas vezes pela falta de comunicação e acesso fácil às informações, ele acaba se desmotivando. A solução entrega na mão do aluno todas as suas informações de desempenho, frequência na academia, pagamentos, entre outras informações para auxilia-lo”, explica Weslen Campos, CEO da Startup.

O DumbellPro traz ferramentas para incentivar o engajamento do aluno com as academias. Uma proposta de gameficação vai permitir a criação de disputas entre amigos, conceder prêmios virtuais, bônus, rankings e outros atrativos como cashback (dinheiro de volta) para incentivar e motivar os frequentadores da academia.

Como funciona o programa de aceleração da Evoa:

Nas duas primeiras semanas é realizado o treinamento denominado “Brevê EVOA”, um termo advindo da aviação que possibilita que os pilotos possam pilotar as aeronaves. Nas oito semanas seguintes, o time da EVOA cobra os resultados da startup, oferece mentorias específicas e faz com que a startup valide todas as métricas que foram definidas no brevê.

No final das 10 semanas, são avaliados os indicadores da startup como faturamento, número de clientes e o sucesso da startup e sua capacidade de atração interesse de investidores.

O programa de 10 semanas descrito acima é denominado “Heavy Check”, outro termo da aviação que significa verificar todas as peças do avião para garantir que o voo chegará ao seu destino sem dar nenhum problema, em que são avaliadas todas as variáveis da startup para que ela possa “EVOAR” sem ter o perigo do “avião” começar a dar problema em pleno voo.

Tudo OK, chega a hora do “Takeoff”, a hora da decolagem, por meio de um programa de seis meses cujo objetivo é tracionar e fazer as startups crescerem. É nesta fase que entra um parceiro estratégico do programa: o Maringá Capital, um fundo de investimento que aposta em startups alinhadas com seu propósito, promovendo não só o setor de TI de Maringá, mas também o desenvolvimento econômico regional, fomentando a criação e a retenção destas soluções exponenciais.

Para mais informações sobre o Dumbell Pro, acesse http://www.dumbbellpro.com.br/ ou acompanhe no instagram: https://www.instagram.com/dumbbell_pro/

Talvez você se interesse por estes artigos

A pimenta-do-reino, uma das especiarias mais antigas conhecidas, tem caído no gosto dos produtores brasileiros. Adaptada a climas tropicais e subtropicais, o cultivo cresce anualmente,...
Fechar Menu
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com