17º Fórum Internacional dos Soldadinhos de Deus

0
27

Até o dia 30 de março (sábado), milhares de crianças vão participar da abertura do 17º Fórum Internacional dos Soldadinhos de Deus, da LBV, que ocorrerá em todo o Brasil e em diversos países, sob o tema “Nossos Deveres e Direitos de Cidadãos Ecumênicos”. A temática faz parte de uma série de reflexões a ser promovida pela Legião da Boa Vontade ao longo de 2019 e início de 2020.

O fórum é protagonizado por crianças e consiste em atividades como rodas de conversa, debates, dinâmicas, jogos, apresentações teatrais, coreográficas e musicais, painéis temáticos e mostras culturais. Tudo isso, permeado pelo slogan “Todo dia é Dia da Criança”, título de importante artigo do diretor-presidente da LBV, José de Paiva Netto, criador do fórum e que, na ocasião, transmitirá uma mensagem fraterna e ecumênica dirigida ao coração das crianças e ao de suas famílias.

As atividades da 17ª edição do Fórum vão ocorrer nos Centros Comunitários de Assistência Social e nas escolas da LBV, bem como nas Aulas de Moral Ecumênica (AMEs) realizadas nas Igrejas Ecumênicas da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, entidade parceira na realização do encontro.

Em Curitiba/Pr, o evento ocorrerá no Centro de Educação Infantil José de Paiva Netto (Rua. Padre Estanislau Trzebiatowski, 180, Boqueirão).

Para outras informações, ligue: (41) 3386-8430 ou acesse www.boavontade.com

Sobre o evento

Com o objetivo de promover o protagonismo infantojuvenil, o educador Paiva Netto lançou o Fórum Internacional dos Soldadinhos de Deus, da LBV, como carinhosamente são chamadas as crianças na Instituição. A iniciativa visa mobilizar a garotada a utilizar a criatividade, a aprender e a refletir sobre temas atuais da sociedade incluindo nas ações a vivência de valores espirituais, éticos e ecumênicos. Ao criar este espaço para as crianças ele declarou: “O pensamento delas é uma reflexão que nos dá perspectiva de um mundo melhor. Vocês possuem força diante de Deus. Vão ter a oportunidade de manifestar-se (…), porque precisam aprender a se defender (com Amor e inteligência, alicerçados na Espiritualidade Ecumênica)”.

Comments are closed.