Ecovia é a primeira concessionária do Paraná a ter um autoatendimento para pagar o pedágio

A partir desta semana, o motorista que viaja pela BR-277, no trecho entre Curitiba e o litoral paranaense, já pode oficialmente pagar a tarifa de pedágio de veículos leves no autoatendimento. Após períodos de testes e ajustes tecnológicos, a concessionária Ecovia Caminho do Mar passou a ser a primeira concessionária de rodovias do Paraná a ter uma cabine de autoatendimento para o pagamento do pedágio, o que garante maior segurança e mobilidade para os usuários da rodovia.

O autoatendimento está em operação em uma das cabines da praça de pedágio em São José dos Pinhais, no sentido Paranaguá-PR. Na fase piloto, a concessionária teve resultados positivos em relação a aceitação e utilização efetiva da nova tecnologia pelos usuários, registrando dados importantes para evolução e aprimoramento do modelo. Nesse período, mais de 103 mil motoristas utilizaram o autoatendimento.

“Batizada internamente de OLIVIA, a cabine de autoatendimento é uma experiência inovadora, que representa um avanço tecnológico para melhorar ainda mais a experiência dos usuários da rodovia. Essa evolução visa garantir mais uma opção para nossos usuários, que além da novidade, continuarão recebendo o atendimento humanizado por parte de nossas equipes de operadores de pedágio”, explica Marcelo Belão, gerente de Atendimento ao Usuário da Ecovia.

O tempo médio de um ciclo de transação na cabine de autoatendimento, desde a aproximação do veículo até sua saída, é pouco maior que aquele realizado em cabines com cobrança manual feita pelo operador, sem, no entanto, comprometer a dinâmica das atividades na praça de pedágio. “Neste primeiro ciclo de inovação, a diferença de tempo entre o autoatendimento e demais formas de cobrança tem relação direta com fatores internos e externos, dentre os quais pode-se destacar o tempo de processamento das transações financeiras e a curva de aprendizagem dos usuários, performances estas que tendem a melhorar com os ajustes sistêmicos e experiência (frequência de utilização), sendo tais interações necessárias para evoluções no modelo que atualmente é tendência mundial para diversos tipos de serviços e soluções. Uma cabine convencional realiza até 140 cobranças por hora, contra atuais 100 do autoatendimento”, revela Belão.

“Apesar de ter demorado alguns segundos a mais, usei três vezes o autoatendimento somente no mês passado. Mesmo estando com dinheiro, pagar com cartão é mais fácil e não precisei trocar a nota alta que tinha na carteira”, comenta o usuário e zootecnista Maycon de Almeida.

Projeto

 A Ecocataratas, outra Concessionária do Grupo Ecorodovias, também implementou nesta semana sua primeira cabine de autoatendimento (OLIVIA), na praça de pedágio localizada no km 704 da BR-277, em São Miguel do Iguaçu-PR. Esse novo projeto piloto tem como principal objetivo disseminar e dar continuidade ao modelo conceitual do autoatendimento, além de oferecer aos usuários alternativa para pagamento da tarifa de forma prática com o uso de tecnologia e inovação.

Ao viajar pela BR-277 no trecho Curitiba-Litoral, a Ecovia indica que motoristas e passageiros tenham em mãos o telefone 0800 410 277, que pode ser acessado para solicitar serviços de atendimento a panes, remoções, guinchos e recolhimento de animais. A conta de Twitter @ecovia é atualizada periodicamente durante o dia com informações sobre as condições de tráfego na rodovia, sendo uma fonte de consulta importante para programar a viagem. Além disso, o usuário também pode baixar gratuitamente o aplicativo Ecorodovias em seu smartphone e ter todas as informações da rodovia na palma da mão. [email protected]

Comments are closed.