Em apenas uma semana, Positivo faz aquisição de seis novas unidades

O Grupo Positivo concretizou, nesta semana, três novas aquisições, envolvendo um total de seis unidades de ensino no Paraná: duas em Curitiba, duas em Foz do Iguaçu e duas em Cascavel. Na quarta-feira (9), foi anunciada a aquisição de duas unidades do Colégio Semeador, em Foz. Na quinta-feira (10), foi a vez de duas sedes da escola bilíngue Passo Certo, em Cascavel. Ambas escolas são instituições tradicionais e reconhecidas pela qualidade de ensino na região Oeste do Paraná, o que está alinhado à estratégia do Positivo de buscar aquisições e parcerias com escolas de diferentes localidades e que tenham alto padrão de qualidade. Segundo o presidente da Positivo Educacional, Lucas Guimarães, o foco das aquisições é regional, porém a estratégia engloba diferentes regiões do país. “Neste momento, priorizamos por escolas de alto padrão no Paraná, no entanto, estamos olhando ativamente escolas em outras regiões, devendo fazer novas aquisições nos próximos 12 meses. Para isso, temos o planejamento de investir R$ 200 milhões”, revela.

Nesta sexta-feira (11), a aquisição em Curitiba se deu por meio do leilão público de duas unidades do Colégio Expoente, o qual o Positivo venceu com o lance de R$ 58,3 milhões. Para o diretor das escolas do Grupo Positivo, Celso Hartmann, os próximos passos da administração são focar na integração dos colaboradores ao Grupo Positivo e estreitar a comunicação com pais e alunos. Ainda segundo o diretor, todas as transições serão feitas com zelo e prudência, acolhendo as comunidades docente e discente das instituições.

As aquisições desta semana fazem parte da estratégia de expansão do Positivo em território nacional, que teve início em 2016, quando o Grupo assumiu a administração de duas unidades em Joinville (SC). Em 2017, o Positivo agregou às suas unidades uma sede em Londrina (PR) e, em 2018, três unidades em Ponta Grossa (PR). Com as aquisições, o Positivo passa a contar com 21 unidades de ensino, em seis cidades, que atendem, juntas, mais de 20 mil alunos desde a Educação Infantil ao Ensino Pré-Vestibular. Ainda conforme Hartmann, as aquisições têm sempre como prioridade o respeito à cultura, às práticas e à gestão das instituições. “Como visamos sempre escolas de alto nível e padrão de qualidade, o nosso primeiro olhar é sempre o de somar experiências e trocar conhecimentos. Assim, acreditamos que todos ganham em qualidade de ensino-aprendizagem e gestão”.

 

Histórico

O Positivo nasceu em 1972, a partir da ideia um grupo de professores visionários que criaram um curso pré-vestibular inovador. Hoje, a marca Positivo consolidou sua liderança em todas as áreas em que atua (Ensino, Soluções Educacionais, Cultura, Tecnologia e Gráfica), graças à qualidade de seus serviços e produtos. Na área de Ensino, o Grupo atua desde a Educação Infantil até o Ensino Superior – Graduação (Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia), Especialização, Mestrado e Doutorado, contando com aproximadamente 52 mil alunos em escolas próprias. Mais de 1 milhão de alunos utilizam os sistemas de ensino do Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão. Escolas de mais de 40 países utilizam soluções desenvolvidas pela divisão de Tecnologia Educacional da Positivo Tecnologia. A Posigraf, uma das maiores gráficas da América Latina, imprime e distribui mais de 50 milhões de livros por ano. Na área cultural, conta com cinco espaços destinados a eventos e exposições (Expo Barigui, Teatro Positivo – Pequeno Auditório, Teatro Positivo – Grande Auditório, Expo Unimed Curitiba e Estação Eventos). O Grupo Positivo conta ainda com o Instituto Positivo, que tem foco em Investimento Social por meio de ações voltadas para a melhoria da educação pública e, atualmente, beneficia 32 mil alunos da rede pública de ensino. [email protected]

Comments are closed.