Multinacional apresenta expo Museum of Me em Curitiba

Já pensou em virar uma peça de museu? De certa maneira, é isso que propõe o Museum of Me. A experiência imersiva, que chega ao Shopping Mueller, no Centro Cívico de Curitiba, em outubro, é criada com Inteligência Artificial e customizada para cada visitante, a partir dos conteúdos publicados no perfil nas redes sociais como Instagram, Facebook, YouTube, SnapChat etc. Até o dia 7 de novembro, os curitibanos e turistas poderão fazer uma viagem com direito a imagens, textos e áudios de postagens pessoais, que aparecem em um cubo com efeito caleidoscópico, formado por vários displays. A ideia é da agência americana de inovação Cactus que traz ao Brasil a proposta de oferecer experiências imersivas tecnológicas que integram o mundo on e off line, aliando tecnologia, arquitetura e design.

Antes, a exposição já passou pelos Centros Culturais do Banco do Brasil de São Paulo e do Rio, além de também ser lançado em um shopping da Praia da Costa, uma badalada região do litoral capixaba, com grande sucesso no público. A Cactus ainda é co-participante na exposição “Pra Todo Mundo – comida para 10 bilhões” no Museu do Amanhã, considerado grande referência do turismo educacional e tecnológico do Brasil, como também o principal nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Os sócios da Cactus Felipe Reif, Marcelo Pontes e Lucas Werthein, além do americano Noah Waxman, comemoram a ida a Curitiba e ressaltam que as experiências imersivas já estavam entre as três tendências-chave de um mundo que reúne várias tecnologias altamente competitivas e com um enorme potencial de entrega, como mostra o Hype Cycle do Gartner, em 2018.

De olho nessa tendência e nas transformações comportamentais alavancadas pela rápida evolução tecnológica, segmentos de negócios como o varejo e a indústria já estão absorvendo o conceito, colocando o cliente, literalmente, no centro da ação. Nos Estados Unidos, por exemplo, as lojas físicas já não buscam mais, necessariamente, vender, mas oferecer uma experiência de marca ao público, como a Samsung, que desenvolveu sua primeira experience store no mundo em Manhattan – uma loja de três andares onde a empresa apresenta sua tecnologia como matéria-prima para experiências artísticas-tecnológicas, cuja inauguração contou com duas experiências inéditas, o Social Galaxy e o Mosaic. Previsto para ficar apenas três meses exposto, o Social Galaxy ficou um ano em exibição.

O grande engajamento da população brasileira com o universo digital, ao mesmo tempo em que muitas instituições ainda operam no ambiente totalmente analógico, colocam o país em posição estratégica para esse universo de integração on/off. Segundo pesquisa da Data Reportal, feita com dados da agência We Are Social e da plataforma Hootsuite, o Brasil é o segundo do mundo a passar mais tempo por dia na rede, totalizando nove horas e 29 minutos conectado, sendo uma média de três horas e 34 minutos só nas redes sociais. São 149 milhões de usuários ativos, o que corresponde a 70% da população. “Precisamos repensar os espaços físicos visando uma integração otimizada entre arquitetura, design e tecnologia, de modo a criar vínculos com seus clientes, totalmente conectados e digitais, trazendo novos atributos para deixar o ambiente mais atrativo, de maneira que o cliente perceba que vale a pena se locomover até o espaço, sem a necessidade de se conectar”, afirma o líder de negócios Felipe Reif, que projeta um crescimento de 150% no faturamento, até o próximo ano.

 

Serviço:

Exposição Museum of Me – um mergulho na sua alma digital

Local: Shopping Mueller – Av. Cândido de Abreu, 127 – Centro Cívico, Curitiba.

Data: 08/10 a 07/11

Funcionamento: De segunda a sábado, das 10h às 22 horas / domingo, das 14h às 20 horas

Mais informações sobre a exposição: https://museumofme.com.br/

[email protected]

Comments are closed.