Gestão de riscos na negociação Forex

Não podemos usar nosso dinheiro de qualquer forma. Por exemplo, você não gastaria metade do seu salário em jogos de apostas, gastaria? Não gastaria porque sabe dos riscos envolvidos. Isso também vale negociações em Forex, o maior mercado de câmbio do planeta. Sempre vale a pena lembrar que, para participar desse mercado tão peculiar, você precisará abrir uma conta em uma boa corretora internacional, como a Alpari Brasil. Aqui, ainda não é possível abrirmos uma conta em uma corretora do país para negociarmos em Forex.

Neste artigo, apresentamos algumas dicas de gestão de riscos na negociação Forex, que te ajudarão a minimizar possíveis perdas que venha a ter nas operações, e a proteger suas finanças. Inclua essa leitura em seus estudos sobre investimentos e negociações no mercado financeiro, seja no mercado de ações brasileiro, seja no Forex.

Como administrar bem os riscos no mercado Forex?

Uma das primeiras coisas que você deve ter em mente é o seu perfil como negociador (trader, termo mais frequentemente usado no mercado financeiro). Em nosso país, ao abrirmos uma conta em uma corretora, é comum que tenhamos que responder um questionário sobre como reagiríamos em determinadas situações no mercado (oscilações bruscas, por exemplo). Normalmente, há três tipos de perfil de investidor: conservador, moderado e arrojado.

No mercado de Forex, costuma-se empregar determinados termos para caracterizarmos os negociadores. Cada perfil, logicamente, está relacionado ao nosso perfil geral como negociador / investidor. Portanto, caso você tenha um perfil mais conservador, agirá como um swing trader no mercado de Forex. Um swing trader é alguém que não participa de operações que duram algumas poucas horas, e muito menos age nas oscilações, como um scalper faz, por exemplo.

Duas outras questões bastante relacionadas à gestão de riscos no mercado Forex são a alavancagem e o stop-loss. Com a alavancagem, podemos usar uma quantidade de dinheiro muito superior ao que realmente temos para participar de uma negociação. As corretoras têm seus respectivos limites de alavancagem. Vamos imaginar que uma delas permita uma alavancagem de até 10 vezes. Ou seja, se, inicialmente, você tem 5000 reais à disposição para negociar, poderá elevar, alavancar essa quantidade para 50 mil reais. Caso a operação tenha um bom resultado, o lucro será sobre esse valor alavancado (50 mil). Assim, se a operação finalizar com um lucro de 1%, você receberá 500 reais. Mas se a operação terminar com queda de 1%, você perderá 500 reais.

O stop-loss entra em jogo como uma forma de gestão dos riscos em Forex. Você estabelece um limite de perdas em uma operação. Lembre-se que, em Forex, o que é negociado não são ações, como na Bovespa, mas sim pares de moedas. Com o stop-loss, você ativa uma opção automática de encerramento de sua posição, de saída da negociação se você estiver perdendo muito dinheiro. Você estabelece um limite de perda. 

Fazer uma boa gestão dos riscos não é uma tarefa fácil. Por isso, sugerimos que você estude algumas estratégias utilizadas no mercado Forex. Tão interessante quanto obter lucros é minimizar as perdas, e isso vale para qualquer negociação e investimento no mercado financeiro.

1 comment

Comments are closed.