Novo livro da Manole aborda a importância da reabilitação física dentro do hospital para otimizar a evolução do paciente

O lançamento Reabilitação Hospitalar: manual do Hospital Sírio-Libanês vai de encontro ao programa Reabilitação 2030: um chamado à ação, proposto pela Organização Mundial da Saúde, em 2017, alertando para a necessidade global de ações coordenadas de reabilitação. Trata-se do único livro com orientações sobre reabilitação de pacientes hospitalizados.

A redução do tempo de internação e a rápida recuperação funcional desde o ambiente hospitalar é um dos maiores objetivos que a medicina física e de reabilitação traz para o paciente no momento crítico de internação. Por isso o lançamento Reabilitação Hospitalar: manual do Hospital Sírio-Libanês, da Editora Manole, é um instrumento de trabalho para equipes técnicas que atuam em hospitais. O livro é o único no mercado nacional com orientações sobre reabilitação de pessoas hospitalizadas, contemplando o treinamento de cuidadores associado à preparação para o retorno seguro do paciente ao domicílio, usufruindo de maior funcionalidade e menor dependência.

Reabilitação Hospitalar: manual do Hospital Sírio-Libanês está alinhado à proposta do programa “Reabilitação 2030: um chamado à ação”, proposto pela Organização Mundial da Saúde em 2017, que alerta para a necessidade global de ações coordenadas de reabilitação. O programa reuniu 200 especialistas de 46 países. A assistência reabilitativa tem como objetivo garantir a funcionalidade e pressupõe terapêuticas medicamentosas e não medicamentosas, com a inclusão de tecnologias assistivas para melhorar a qualidade de vida de pessoas com deficiência durante e após a internação.

Reabilitação do paciente crítico, do paciente não crítico e daqueles em regime de internação pós-alta são algumas das seções do livro, que contém capítulos com temas multiprofissionais, integrando a área da fisiatria com fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia e ortopedia, entre outras.

Sobre os editores:

Christina May Moran de Brito é livre-docente em Medicina Física e Reabilitação pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), fisiatra e coordenadora médica do Serviço de Reabilitação do Hospital Sírio-Libanês e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo da FMUSP.

Isabel Chateaubriand Diniz de Salles é doutoranda em Ciências da Saúde pelo Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa, fisiatra, coordenadora médica do Serviço de Reabilitação do Hospital Sírio-Libanês.

Wellington Pereira dos Santos Yamaguti é doutor em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e gerente assistencial do Serviço de Reabilitação do Hospital Sírio-Libanês.

Linamara Rizzo Battistella é Professora Titular de Fisiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e presidente do Conselho Diretor do Instituto de Medicina Física e Reabilitação do Hospital das Clínicas da FMUSP.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Assine a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

spot_img