Rotuladores eletrônicos permitem rastreamento de equipamentos em indústrias via IOT

Com o avanço da internet das coisas, esses equipamentos permitem gerar etiquetas “inteligentes” que facilitam o dia a dia dentro de uma indústria.

Quando se pensa na complexidade de uma planta industrial, são os detalhes que fazem a diferença. Procedimentos que podem passar despercebidos, mas que causam um impacto enorme na gestão e segurança do trabalho, são as identificações e as informações presentes em equipamentos e ativos, sejam na parte de manutenção ou mesmo no escritório.

Por essa razão, os rotuladores eletrônicos são equipamentos essenciais dentro de uma indústria que permitem identificar máquinas, motores e painéis elétricos. Muito mais do que um simples equipamento para “etiquetar coisas”, os rotuladores atuais são capazes de gerar rótulos com informações conectadas a um banco de dados e que permitem, inclusive, acesso via QR Code. Tudo graças à IOT (internet das coisas).

Winicius Soares da Silva, consultor técnico da Reymaster Materiais Elétricos, diz que a identificação tem grande importância na comunicação visual e rastreabilidade dos ativos, permitindo ações muito mais rápidas que geram inúmeros benefícios dentro de uma indústria.

Segundo o especialista, é muito importante que o rotulador gere etiquetas que atendam às normas de segurança e tenha uma interface que permita conectividade com sistemas de gestão. Ele cita o exemplo do modelo PTE550W da Brother, uma das maiores fabricantes de impressoras e equipamentos de gestão visual do mundo.

“Além de atender normas como a NR10/12, que impactam diretamente na segurança do ambiente de trabalho, o Brother PTE550W proporciona essa interface com a possibilidade de gerar protocolos em QR Code, um meio físico para o IOT.”

Entre as vantagens técnicas desse rotulador eletrônico estão o “range” de etiquetas, que vão de 6mm a 24mm de largura, o amplo display LCD e os atalhos no seu teclado para ativar funções cotidianas como etiquetagem para cabos, patch panels e simbologias para sinalização.

Outro diferencial é que ele já vem com maleta de transporte, bateria e carregador, o que facilita demais a vida de instaladores e equipe de manutenção.

“Essa etiqueta ‘inteligente’ permite, por exemplo, que um técnico em manutenção seja capaz de abrir um chamado de serviço através do QR Code impresso nas etiquetas industriais, tendo acesso a todas as informações daquela máquina, deixando isso registrado no sistema. Isso dá rapidez na solução do problema e evita que um equipamento fique por muito mais tempo indisponível”, explica Winicius Soares.

Como se trata de um equipamento cheio de funcionalidades, o consultor técnico explica que a Reymaster, que comercializa o modelo Brother PTE550W, oferece no “pacote” de venda um treinamento e capacitação através de seus consultores para que todas as funcionalidades do rotulador possam ser utilizadas com o máximo de eficiência.

Segundo ele, os promotores compartilham suas experiências de campo na aplicação e uso do equipamento de maneira customizada com base na necessidade e disponibilidade do cliente, seja de forma presencial ou on-line.

“Na maioria das vezes gravamos pequenos vídeos e enviamos por WhatsApp dando dicas de como podem ser executadas as funções. Isso ajuda bastante no consumo preciso das etiquetas, evitando desperdícios, com economia de até 50% de papel e, também, o ganho de tempo, que é prioridade na vida dos manutentores”, reforça Winicius.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Assine a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui