Expectativa x realidade: qualidade de informações é essencial para a satisfação do paciente

30% dos pacientes são rejeitados pelos cirurgiões plásticos por não terem expectativas reais

O Brasil é o país que mais realiza cirurgias plásticas no mundo, segundo pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS). Entre as cirurgias mais realizadas, estão as cirurgias da mama, para gordura localizada, levantamento de pálpebras e rinoplastia – que é a plástica de nariz. Para que o resultado fique de acordo com o esperado, o médico cirurgião plástico Bruno Legnani dá algumas dicas antes de decidir pelo procedimento.

1-         Seja honesto na consulta médica! É importante ser honesto sobre suas expectativas, falar dos seus hábitos de vida e do tempo que terá para a recuperação. Por exemplo: caso a paciente seja fumante e não conte ao médico, pode colocar a saúde em risco durante o procedimento;

2-         Mantenha o peso! As pacientes precisam estar cientes que engordar ou emagrecer muito antes de uma cirurgia plástica pode afetar o resultado final. Não devem ser realizadas cirurgias estéticas em pacientes com IMC acima de 30. Nem lipoaspiração, e nem abdominoplastia.

3 – Não crie expectativas irreais! De acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), cerca de 30% dos pacientes são rejeitados pelos cirurgiões plásticos por não terem expectativas reais. Muitas pacientes chegam no consultório com uma foto de redes sociais ou de uma revista como desejo de consumo. Cada corpo possui uma anatomia única e seguir um determinado padrão não é possível em muitos casos, o que tornaria o resultado muito artificial. O importante é o paciente e o médico estarem confortáveis com a decisão;

4 – Prepare-se para o procedimento e o pós-operatório! Alguns pacientes não seguem as orientações, como período de repouso indicado, remédios e procedimentos pós-cirúrgicos. É preciso seguir rigorosamente as orientações médicas, respeitar o período de repouso, para não atrapalhar na cicatrização ou nos resultados finais;

5- Atenção na escolha do médico! Procure um médico que seja cadastrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). A pesquisa é feita em poucos minutos, no site da instituição. Se possível, converse com pacientes que já realizaram o procedimento e decida na primeira consulta se as informações passadas pelo médico são válidas para você.

Sobre Bruno Legnani:

O médico cirurgião plástico Bruno Legnani possui título de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), tem residência médica em cirurgia plástica e microcirurgia pelo Instituto Nacional do Câncer e fellow internacional em cirurgia plástica estética na Akademikliniken, na Suécia.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui