ABIIS tem participação especial no Fórum Virtual “Américas – Ética na Saúde” e assina Marco de Consenso Ético

Bruno Boldrin Bezerra destacou que os princípios éticos ajudam a eliminar distorções que comprometem a sustentabilidade econômica de um setor vital para a sociedade

O presidente da Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde teve lugar de destaque na abertura do Fórum Virtual “Américas – Ética na Saúde”, que aconteceu na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), em Brasília, e com transmissão ao vivo para o mundo todo, nos dias 17 e 18 de agosto.

Ao lado do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, da representante da OPAS/OMS para o Brasil, Socorro Gross Galiano, do presidente do Conselho de Administração do Instituto Ética Saúde, Eduardo Winston, e do executivo de Relações Institucionais do IES e vice-presidente da ABIIS, Carlos Eduardo Gouvêa, Bruno Boldrin Bezerra lembrou que o trabalho de fortalecimento institucional, articulação setorial e compartilhamento do conhecimento vem sendo feito pelas entidades do setor de dispositivos médicos nas Américas especialmente na última década. Destacou a criação do Instituto Ética Saúde, em 2014, o qual a ABIIS integra, e da Coalizão Interamericana de Ética no Setor de Dispositivos Médicos, em 2017, também com a participação ativa da Aliança.

“Neste momento chave para a saúde mundial e, em especial, para a brasileira, é primordial que os princípios éticos façam parte e figurem como elemento fundamental das relações entre todos os atores da saúde, para que possamos garantir o atendimento amplo e célere dos pacientes tanto no setor público quanto privado e eliminar distorções que comprometem a sustentabilidade econômica deste segmento que é tão vital para nossa sociedade”, reforçou.

A ABIIS é uma das 41 entidades que já aderiram ao ‘Marco de Consenso Brasileiro para a Colaboração Ética Multissetorial nos Setores de Saúde’, lançado no evento pelo Instituto Ética Saúde. O diretor executivo, José Márcio Cerqueira Gomes também esteve presente.

Participaram ainda o presidente e diretor geral da Advanced Medical Technology Association (AdvaMed), Scott Whitaker, que destacou a magnitude do evento, o maior do hemisfério sobre ética e integridade, e o secretário Adjunto de Comércio dos Estados Unidos, Don Graves. Segundo ele, “o progresso em elevar os padrões éticos na saúde acontece no momento certo. A pandemia mostrou a importância das ações coletivas. Produtos de qualidade começam com uma conduta ética. Governos também devem reconhecer o papel importante da regulamentação e de ter boas práticas, assim como versões regulatórias alinhadas com boas práticas internacionais buscando eliminar corrupções no setor da saúde. O esforço para construir um ecossistema melhor para as Américas vai beneficiar todos nós”, finalizou.

Bruno Boldrin Bezerra participou também do segundo dia de evento, com uma apresentação sobre soluções inovadoras para fortalecer as relações éticas com intermediários terceiros no setor de tecnologia médica. Falando em nome da Associação Brasileira de Importadores e Distribuidores de Produtos (ABRAIDI), onde ocupa o cargo de diretor executivo, parabenizou a Advamed pela produção do Kit Padrão de Compliance para Distribuidores apresentado por Nancy Travis, vice-presidente Global de Governança e Compliance da Associação norte americana. E afirmou que o material auxilia demais os associados, cerca de 300 empresas em todo o Brasil. O executivo destacou também os desafios setoriais como transformar os Princípios de Bogotá em orientações, com atualizações constantes, que atendam a operação diária dos distribuidores. E finalizou comentando a Lei Geral de Proteção de Dados, recentemente implantada no Brasil e inspirada na legislação europeia. “A LGPD tem potencial de mudar processos e forma de manipular dados de pacientes e a nossa experiência pode auxiliar outros países que também tenham uma legislação semelhante”.

O Fórum Virtual “Américas – Ética na Saúde” foi uma iniciativa do Instituto Ética Saúde, da FGVethics, da Controladoria Geral da União (CGU), da Frente Parlamentar Ética Contra a Corrupção (FECC), da Coalizão Interamericana para Ética Empresarial, Diálogo Empresarial das Américas, e da International Anti-Corruption Academy (IACA)

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui