Em Camboriú, coberturas do Yachthouse ganham forma com fachada de vidro

Residencial mais alto da América Latina, que está sendo construído em Balneário Camboriú, está com cerca de 20% dos últimos andares cobertos com “pele” de vidro

Em Camboriú, coberturas do Yachthouse ganham forma com fachada de vidroO Yachthouse, empreendimento residencial mais alto da América Latina e que está sendo construído em Balneário Camboriú, começa a ganhar forma final nos seus últimos andares, com a instalação da fachada de vidro e esquadrias de alumínio composto (ACM). Essa instalação deve estar concluída dentro de aproximadamente 60 dias e já atingiu aproximadamente 20% das suas coberturas.

Com 81 andares, a fachada está sendo instalada nos quatro últimos andares do empreendimento, onde estão localizadas as coberturas que, juntas, fazem o conjunto de “coroamento” do edifício. Sofisticadas, as coberturas têm entre até 1000 m² de área privativa e um pé direito de 5,5 metros de altura em cada pavimento, além de uma vista panorâmica esplendorosa do mar da Barra Sul e do mar da praia de Itapema

A colocação das placas de vidro no Yachthouse é mais uma etapa da obra que está perto de atingir os 80% de sua construção. Serão utilizados quase 1.400 m2 entre placas de vidro e ACM, e a instalação exige uma execução cuidadosa por parte dos operários que realizam o trabalho instalados em balancins, equipamento que se projeta na face externa da obra a quase 260 m de altura.

“Essa é uma obra grandiosa e que entrará para as mais belas do mundo. Tenho muito orgulho em tê-la como um dos meus investimentos”, afirma Geninho Thomé, presidente da GT Company, empresa sócia na Pasqualotto&GT, responsável pela construção do empreendimento junto com a Pasqualotto.

Classificado como um dos arranha-céus do mundo, o Yachthouse traz na sua construção toda a grandiosidade do projeto. Iniciada em 2012 a fundação contou com 925 estacas e aproximadamente 1125 toneladas de aço. Na fase de concretagem, utilizou cerca de 9 mil metros cúbicos de concreto, o equivalente a 1.100 caminhões betoneiras, tornando-se a maior concretagem do Brasil. A conclusão do empreendimento, com 281 andares e 264 apartamentos está prevista para o próximo ano.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui