Aldo Solar confirma disponibilidade de produtos até o final do ano

A partir de parcerias sólidas com os maiores fabricantes mundiais de soluções de energia solar, como Growatt e Jinko Solar, a gigante paranaense confirma que não haverá falta de geradores apesar da crescente demanda e incertezas do mercado.

aldo solar
A empresa está desde 2015 atuando no mercado fotovoltaico e atualmente oferece mais de 20 mil modelos de geradores de energia solar a pronta entrega.

Com investimentos estimados em R$ 57,2 bilhões, a energia solar superou 11 GW de potência operacional integrando a geração de usinas de grande porte e sistemas instalados em fachadas, telhados e terrenos. O setor fotovoltaico também gerou mais de 330 mil empregos acumulados desde 2012.

No segmento de geração própria, chamado de Geração Distribuída, a potência instalada de energia solar já chegou a 7,2 GW. Esse número representa mais de R$ 36,4 bilhões em investimentos e R$ 8,9 bilhões arrecadados desde 2012, de forma acumulada.

São as residências brasileiras, as propriedades rurais, os pequenos negócios e os prédios públicos, os chamados sistemas de Geração Distribuída. E isso é resultado do avanço da adesão da população a essa fonte renovável, hoje, fundamental para o desenvolvimento econômico, social e ambiental do país.

Risco de apagão e crescimento da adesão à fonte solar

O anúncio da adoção da tarifa vermelha pelas concessionárias de energia elétrica no país foi resultado de uma das maiores crises hídricas da nossa história, o que influenciou diretamente a procura por soluções de energia solar fotovoltaica e geração distribuída.

Além do aumento da tarifa de energia, o risco de racionamento e apagão representaram um grande empurrão para a adoção da energia solar para quem ainda estava em dúvida sobre investir ou não na geração de energia limpa. E foi justamente essa combinação de fatores que impulsionou o maior crescimento do mercado fotovoltaico brasileiro dos últimos tempos.

De acordo com Aldo Teixeira, fundador e presidente da Aldo Solar, “o que se viu foi 50% de aumento em agosto em comparação à média do primeiro semestre, que já apresentava crescimento em relação a 2020. Setembro confirmou essa tendência de forte crescimento com outros 50% de aumento, mês a mês. E, apesar de todos os desafios enfrentados pelo setor, a previsão é terminar outubro com outros 50% de crescimento no volume de negócios”.

Risco de desabastecimento de equipamentos no setor

Mas nem tudo são rosas. O setor fotovoltaico em nível internacional vem enfrentando diversos desafios como alta do dólar, o aumento nos preços de insumos como o silício, aumento de 1000% no valor do frete marítimo e a fata de garantia de embarques por parte dos armadores. Ou seja, o mercado apresenta uma demanda crescente de pedidos e algumas distribuidoras de equipamentos de energia solar já estão desabastecidas.

Parceria com grandes players e garantia de produtos até o fim do ano

Mas para a maringaense Aldo Solar, o cenário é outro. Graças aos contratos assinados com os maiores fabricantes mundiais de soluções solares, como Growatt e Jinko, que preveem a garantia das entregas mesmo com todos os desafios logísticos que o mercado mundial vem enfrentando, a Aldo Solar está preparada para abastecer as revendas de todo o país até o final do ano.

Como líder do segmento de distribuição de soluções fotovoltaicas para geração distribuída no Brasil, a empresa está desde 2015 atuando no mercado fotovoltaico e atualmente oferece mais de 20 mil modelos de geradores de energia solar a pronta entrega, com as vendas exclusivas para revendedores e instaladores.

Nesse cenário, o consumidor precisa buscar um revendedor Aldo Solar para fazer o pedido, que é entregue em poucos dias para ser instalado onde o cliente desejar.

Rapidez na instalação e baixo investimento inicial

A tecnologia solar conta com grande agilidade e versatilidade. Para residências ou empresas é preciso apenas um dia para se ter uma pequena usina de eletricidade renovável, limpa e acessível. A energia solar é acessível, competitiva e ajuda a aliviar a conta de luz, reduzindo em até 90% dos gastos com eletricidade.

“Já não podemos mais dar as costas para a nova realidade do Brasil e do mundo. Contar com uma fonte de energia limpa e competitiva é essencial para que o país recupere sua economia e cresça. Dessa forma, a energia solar é parte importante dessa solução e pode proporcionar muitas oportunidades de emprego, economia e renda para as pessoas” conclui Aldo.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui