Mesa Compasso conquista Prêmio Design do Museu da Casa Brasileira

Mesa inovadora feita para acompanhar o desenvolvimento das crianças ficou em primeiro lugar na categoria “mobiliário” do Prêmio Design do Museu da Casa Brasileira

A Mesa Compasso, assinada pelo escritório Produteca e fabricada pela Habitable, conquistou o primeiro lugar na categoria “mobiliário” da 34ª edição do Prêmio Design do Museu da Casa Brasileira, uma das maiores premiações brasileiras da área. A peça foi criada pelos designers Felipe Aranega, Fernando Falkiewicz, Giulia Motti, Rachel Hoppe e Rafaella de Bona, participantes do projeto de aceleração de startups da Hotmilk, ecossistema de inovação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

A ideia para o projeto surgiu da necessidade de criação de um móvel que acompanhasse o crescimento das crianças. Segundo Aranega, os designers perceberam que o mobiliário, muitas vezes, dura mais tempo do que o seu uso real.

“Às vezes, uma cadeira ou mesa é usada por seis meses e já fica pequena demais para a criança. Por isso, criamos um móvel que é capaz de crescer junto com ela”, afirma o sócio da Produteca e um dos idealizadores da Mesa Compasso.

O móvel pode ser usado dos três aos 12 anos e é capaz de virar uma cabana e até mesmo uma lousa, além do formato original de prancheta, a partir dos encaixes das laterais. A ergonomia também foi pensada para atender às necessidades de usuários que precisam de cadeira de rodas.

“Procuramos desenvolver um produto que fosse feito para recordar, que acompanhe a criança escrevendo o nome pela primeira vez, que esteja com ela ao aprender a ler, fazendo a primeira lição e, por que não, elaborando seu primeiro projeto”, completa.

Aceleração de startups

A Produteca, startup que deu origem à Mesa Compasso, faz parte do programa de aceleração do ecossistema de inovação da PUCPR, a Hotmilk, que conta com iniciativas como mentorias e suporte técnico para alavancar empresas que estão começando no mercado e hoje conta com mais de 30 startups conectadas.

“Sou formado pela PUCPR e quando a Hotmilk surgiu, logo nos interessamos. Entramos como empresa incubada e participamos do projeto Evolution, onde conseguimos todo o suporte para a aceleração da nossa startup. A participação no programa tem feito toda a diferença para o nosso crescimento”, diz Aranega.

A Hotmilk atua em três frentes: Pesquisa & Desenvolvimento + Inovação (P&D+I), inovação aberta e aceleração e incubação. Situada em Curitiba, Londrina, Toledo e Maringá, também conta com o Tecnoparque PUCPR, que possui uma estrutura de mais de 11 mil metros quadrados (m²), sendo um dos principais hubs de inovação do Paraná.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui