Aldo Solar atinge marco de 200 mil geradores de energia solar vendidos

Com 30% de market share e 100 mil geradores vendidos em apenas um ano, a empresa é responsável por um terço de todos os geradores em operação no Brasil.

Em 2021, a empresa atinge 200 mil sistemas comercializados, sendo 100 mil em apenas 1 ano.

A adesão à energia fotovoltaica está em crescimento exponencial no Brasil. No fim de novembro do ano passado, a Aldo, líder em soluções para a geração de energia solar no país, atingia a marca de 100 mil geradores vendidos ao longo de cinco anos dedicados ao segmento. Em 2021, a empresa atinge 200 mil sistemas comercializados, sendo 100 mil em apenas 1 ano.

Ainda no início do mês de novembro, a Aldo já havia atingido o marco de 190 mil geradores vendidos. Estes novos 10 mil, vendidos em menos de 30 dias, indicam que o Brasil deu um grande passo rumo à sustentabilidade.

Os 200 mil geradores de energia solar vendidos pela Aldo equivalem a uma potência aproximada de 1,95 GW e mais de 5,2 milhões de painéis solares distribuídos em todo o país. A energia fotovoltaica gerada por essa potência evitou que mais de 2 mil toneladas de CO2 fossem lançadas na atmosfera.

Estudos também revelam que a cada tonelada de emissão de Gás Carbônico (CO2) é necessário o plantio de 7,14 árvores para que o planeta não sofra os danos causados por esta emissão. Portanto, os números da Aldo correspondem a mais de 14 mil árvores plantadas.

São números muito expressivos e que reforçam a liderança e a atuação nacional da Aldo, que conta hoje com 30% de participação no mercado de geração distribuída.

Na Aldo um gerador é embarcado a cada 2 minutos

Os 200 mil geradores de energia solar vendidos pela Aldo equivalem a uma potência aproximada de 1,95 GW e mais de 5,2 milhões de painéis solares distribuídos em todo o país.

Conforme os dados divulgados pela ANEEL, o Brasil já possui mais de 678 mil geradores de energia solar instalados e distribuídos. Tudo isso resulta em 7,8 GW de potência instalada.

Ou seja, de 678 mil geradores, 200 mil são vendidos pela Aldo Solar. Na Aldo, um gerador é embarcado a cada 2 minutos, o que equivale a quase um terço de todos os geradores instalados no país continental que é o Brasil!

Um ano de recordes em energia solar no Brasil

Ainda em 2021, foi possível observar outros marcos históricos para a energia solar serem atingidos no Brasil. Entramos para o grupo dos 14 países com maior potência de geração de energia solar, ultrapassando o número de 12 GW em potência instalada pela fonte solar.

Dessa forma, o Brasil conquistou a 14ª posição do ranking da Agência Internacional para Energias Renováveis (Irena), sendo o único país da América Latina. A liderança mundial ainda pertence à China, com 253,8 GW de capacidade instalada em 2020.

Telhados solares prestes a superar Itaipu

Segundo a ABSOLAR, os sistemas fotovoltaicos representam mais de 70% da potência da usina hidrelétrica de Itaipu. Vale lembrar que a Itaipu é a segunda maior hidrelétrica do mundo e a maior da América Latina.

Ainda de acordo com dados divulgados pela ABSOLAR em 2021, a maior fatia da geração de energia solar vem dos telhados. Isso coloca a fonte solar no 5º lugar na matriz elétrica brasileira.

Além de trazer diversidade para as fontes de energia elétrica do país, a geração de energia solar reduz a pressão sobre os recursos hídricos.

200 mil geradores de energia solar vendidos: mais emprego e desenvolvimento

Os benefícios do aumento da fonte solar fotovoltaica são muitos, e vão além da questão ecológica. Mais de 347 mil novos empregos são gerados a partir do investimento em energia solar.

Da mesma forma, a energia solar soma mais de R$ 15,6 bilhões em arrecadação de tributos, e mais de R$ 58,2 bilhões em novos investimentos privados. Assim, fica claro o quanto o impacto da energia solar é positivo no desenvolvimento do país.

Enquanto os impactos econômicos e sociais são surpreendentes, os benefícios ambientais são ainda mais impactantes. Estima-se que a energia solar evita a emissão de mais de 13,6 milhões de toneladas de CO² na atmosfera a cada ano.

Geração Distribuída ganha cada vez mais espaço

Os dados levantados pela parceria entre ANEEL e ABSOLAR em 2021, indicam números cada vez mais promissores para a energia solar no Brasil.

Os sistemas de microgeração e minigeração distribuída solar já são implantados em residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos. A fração total de potência instalada é de 97,5%.

Ao mesmo tempo, 99,9% de todas as conexões de micro e minigeração distribuída são da fonte solar fotovoltaica. Atualmente já são 678 mil sistemas solares fotovoltaicos conectados à rede.

Entenda o consumo de energia solar no Brasil

O consumo residencial é líder disparado, tanto em número de sistemas (76,1% do consumo) quanto em potência instalada (42,1% do consumo). A classe comercial e de serviços aparece logo em seguida, consumindo 14,1% do total de número de sistemas, com 35,2% da potência instalada.

Por fim, temos o consumo rural, industrial, do poder e serviço público, e de iluminação pública. Ver as residências como principais responsáveis pelo consumo da Geração Distribuída é um sinal extremamente positivo. Significa que a população vê vantagem econômica e ecológica, e está engajada na causa de um Brasil mais verde.

Mais de 200 mil geradores de energia solar vendidos: o que esperar para o futuro?

Ao mesmo tempo em que anunciamos o marco de 200 mil unidades vendidas em um ano, a ONU reuniu mais de 100 países para discutir sobre o clima. Estamos falando da COP26, 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.

Durante a conferência, os países se comprometeram a fazer cortes de 30% nas emissões de metano até 2030. Grandes investimentos estão sendo feitos para potencializar a luta contra as mudanças climáticas.

Assim, diante desse verdadeiro combo de boas notícias, vemos com otimismo um futuro cada vez mais adepto das energias renováveis. Finalmente, o mundo dá indícios de união para cuidar dos recursos naturais e mirar em uma qualidade de vida cada vez melhor.

Transformar o planeta em um lugar melhor junto aos parceiros e clientes

Para Aldo Pereira Teixeira, Presidente e fundador da Aldo solar, o crescimento da energia solar no Brasil tem impacto positivo na qualidade de vida da sociedade. Com orgulho do novo marco alcançado, o fundador expressa as motivações que levam o time a se dedicar cada vez mais:

“Tornar cada empresa mais sustentável. Cada lar mais equilibrado e fazer do planeta um lugar melhor. Ambicioso demais? Talvez. Mas sabemos que fazemos isso a cada novo gerador entregue. Um embarque a cada dois minutos.

Quando a gente vem aqui para essa quadra, a gente vem com vontade de vencer. E o mais bacana é que aqui não existem derrotados. Só campeões. Hoje atingimos mais um número expressivo de geradores embarcados. Por isso comemoramos juntos e agradecemos aos nossos parceiros e aos mais de 13 mil clientes da Aldo Solar. Parabéns a todos nós e à energia solar”, finaliza Aldo.

Últimas notícias

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns Aldo pela liderança e resultados, e pelo exemplo no empreendimento e investimentos no setor de energia renovável e sustentabilidade. Estamos juntos sempre nesta empreitada. #GoSolarFV @tryplus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui