Uso do pagamento por aproximação no Paraná supera a média do Brasil, aponta estudo da Visa

Uso do pagamento por aproximação no Paraná supera a média do Brasil, aponta estudo da VisaO pagamento por aproximação tem apresentado crescimento expressivo nos últimos anos, tanto com cartões como em celulares habilitados. Segundo dados levantados em setembro pelo ‘Mapa dos Pagamentos por Aproximação do Brasil’, gerado pela Visa Consulting & Analytics (VCA), consultoria da Visa, a modalidade já corresponde a 20% do total de transações presenciais realizadas com credenciais Visa no país.

O Paraná foi o sexto estado com a maior penetração desta modalidade de pagamento (24%), ficando atrás de Distrito Federal (37%), Amapá (33%), Santa Catarina (27%), Roraima (25%) e empatando com Mato Grosso (24%). Ainda de acordo com o estudo, além dos estados citados, Rio Grande do Norte (23%), Rio Grande do Sul (22%) e São Paulo (22%) também ficaram acima da média do Brasil.

No período analisado, as transações por aproximação com credenciais Visa feitas no estado do Paraná registraram um ticket médio de R$ 62, ficando na média nacional de gastos via pagamento por aproximação.
O grande impulsionador da adesão dos consumidores vem sendo o trabalho intenso da indústria junto aos bancos e credenciadores para emissão de credenciais e maior aceitação da tecnologia NFC, que oferece comodidade, agilidade e segurança.

“Conforme novos casos e oportunidades de uso de pagamentos por aproximação vão surgindo, novos projetos nascem, sejam no comércio tradicional ou voltados para mobilidade urbana, entre outras possibilidades. Na nossa área de análise de dados, combinamos a nossa expertise em consultoria de pagamentos, nossa inteligência em estratégias econômicas e a ampla variedade de dados que transacionam na nossa rede para identificar insights e recomendações práticas que contribuem para a tomada de decisões comerciais melhores”, explica Oscar Pettezzoni, diretor executivo da VCA.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui