Com baixa nos testes de COVID-19, laboratório registra crescimento na testagem para Dengue

O LANAC – Laboratório de Análises Clínicas registra aumento de 20% na testagem para a Dengue. Historicamente, março, abril e maio são os meses em que são registrados os maiores números de casos da doença no Paraná. Os sintomas são febre e dor de cabeça ou no corpo, atrás dos olhos, nas articulações ou manchas vermelhas na pele.

O laboratório disponibiliza exames de detecção com resultados rápidos, em até 24 horas. “Como os sintomas são comuns a outros tipos de doença, o ideal é diagnosticar precocemente para que o tratamento seja efetivo”, explica o especialista em bacteriologia do LANAC, Marcos Kozlowski.

A Secretaria de Estado da Saúde registra 33.629 casos suspeitos de Dengue, com 4.489 confirmações, dados do 30º Informe Epidemiológico, publicado na última terça-feira (22). São 1.678 casos a mais que o informe anterior. Até o momento, 345 municípios registraram notificações de Dengue. Destes, 210 confirmaram a doença, sendo que 165 municípios registraram autoctonia, ou seja, a Dengue foi contraída no município de residência. Há, ainda, 7.272 casos em investigação e o registro de um óbito, registrado na semana passada.

O exame pode ser feito em qualquer uma das 63 unidades de coleta do laboratório e é coberto por quase todos os planos de saúde, sem necessidade de agendamento.

Com grande baixa na procura por testes de COVID-19, o LANAC está realizando menos de 100 testes para COVID-19 por dia. A taxa de positividade, que chegou a 45% dos exames realizados na primeira quinzena de janeiro, está em menos de 5%.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui