Saiba tudo sobre a vacinação contra a gripe

O Pequeno Príncipe alerta para a importância da imunização, que é essencial para evitar as formas graves da infecção pelo vírus

Saiba tudo sobre a vacinação contra a gripe
Foto: Marieli Prestes

Nesta segunda-feira, dia 4, o Ministério da Saúde dá início a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe 2022. Este ano, as doses aplicadas serão trivalentes e vão atuar na proteção contra as cepas H1N1, H3N2 e tipo B. O Pequeno Príncipe alerta para a importância da imunização, essencial para evitar as formas graves da infecção pelo vírus, principalmente nas crianças.

A influenza é uma infecção viral que afeta o sistema respiratório e com transmissão por meio do contato com gotículas respiratórias, sendo que o período de incubação da doença é de 1 a 4 dias. As crianças que vão tomar a vacina da gripe pela primeira vez deverão aguardar um período de 30 dias e tomar uma dose de reforço do imunizante. “A partir dos seis meses de idade, todas as crianças podem fazer a sua vacinação. No primeiro ano, elas vão tomar duas doses e nos anos seguintes elas irão receber apenas uma dose”, destaca a médica responsável pelo Centro de Vacinas Pequeno Príncipe, Heloísa Giamberardino.

No início do ano houve um grande aumento nos casos de gripe, causando uma grande preocupação especialmente com as crianças, isso porque elas ficam mais suscetíveis aos vírus pela proximidade com outras crianças, por terem menos noções de higiene e imunidade ainda em formação. “A vacinação é um compromisso do cidadão, pois além de ser um cuidado com a própria saúde, também vai estar protegendo toda a sua família, inclusive as crianças”, enfatizou Heloísa.

A especialista reforça ainda que a vacinação além de proteger, também reduz o risco de transmissão. “Devemos lembrar que o vírus da gripe também é pandêmico, com potencial de gerar um alto número de casos, por isso a vacina é tão importante, pois ela vai reduzir a transmissão e o risco de casos graves”, disse.

Vale ressaltar que quem tomou a vacina da gripe no fim de 2021, deve tomar as doses aplicadas a partir de abril, além de que doses de imunizantes diferentes também podem ser aplicadas no mesmo dia. “Não há a necessidade de fazer intervalo entre a aplicação da vacina da gripe e outros imunizantes, como por exemplo a da COVID-19. Isso facilita o acesso da população à vacinação e garante que façamos a aplicação das doses em tempo oportuno, ou seja, durante o período em que há a maior circulação dos vírus”, disse Heloísa.

A campanha do Ministério da Saúde será dividida em etapas, sendo que a primeira – de 4 de abril à 2 de maio – é destinada para idosos com 60 anos ou mais e para profissionais de saúde. Já a segunda etapa – de 3 de maio à 3 de junho – será destinada a crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes e puérperas, povos indígenas, professores, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento e Forças Armadas, caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Fique atento aos sintomas causados pelos vírus do grupo influenza:

– Coriza,

– Tosse,

– Irritação na garganta,

– Dor de cabeça, e

– Dor no corpo.

Centro de Vacinas Pequeno Príncipe

No Centro de Vacinas do Pequeno Príncipe, referência em imunizações há mais de 20 anos, está disponível a Vacina contra Influenza Quadrivalente – que tem quatro cepas contra a Influenza. O Centro oferece atendimento integral a todas as faixas etárias – de recém-nascidos até idosos – e funciona de segunda a sexta, das 8h às 19h, e aos sábados, das 8h às 18h, sem necessidade de agendamento prévio. Além disso, também é possível que uma equipe vá realizar a vacinação em casa, mediante agendamento.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui