Mulheres conquistam cada vez mais espaço no mercado imobiliário e já ocupam 40% das vagas no setor, diz estudo

Levantamento do Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci-Creci) mostra ainda que o número de mulheres no ramo aumentou 144% na última década

Jacqueline Grippe e Kalliany Real são sócias da Realmarka Construções. Foto: Estúdio White / Folha da Mulher

Considerado um setor de trabalho predominantemente masculino, o mercado imobiliário vem passando por uma espécie de “transformação de gênero” nos últimos tempos. Segundo levantamento realizado pelo Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci-Creci), hoje em dia 40% dos profissionais atuantes no segmento são mulheres. O estudo mostra ainda que a participação feminina no ramo aumentou 144% na última década.

Desde a preparação da argamassa em uma obra, passando pelas vendas, marketing e até a direção de grandes construtoras, elas vêm mostrando competência e capacidade, se destacando tanto em quantidade quanto em qualidade no ramo imobiliário. Atualmente, são mais de 200 mil mulheres ocupando cargos nos escritórios de engenharia, indústrias e no canteiro de obras.

Sócias-diretoras da Realmarka Construções, empresa com diversos empreendimentos em Curitiba e Região Metropolitana, as amigas Kalliany Real e Jacqueline Grippe fazem parte das estatísticas acima. Com uma amizade de longa data, elas decidiram abrir um negócio em conjunto. Chegaram a pensar em lojas de cosméticos e confecção de roupas. O caminho a ser seguido, no entanto, foi o da construção civil. “A oportunidade veio do mercado imobiliário, porque já era área de atuação da Kalliany e Marcos Real, de onde veio o convite para participarmos de um grande projeto. Sempre acreditamos que este é um mercado sólido, uma excelente opção de investimento para o consumidor e o que mais nos encantou foi fazer parte da realização desta grande conquista para as pessoas, que é a aquisição do imóvel próprio”, explica Jacqueline.

Em 2017, juntamente com seus esposos Marcos Real e Nelson Rodrigo, Kalliany e Jacqueline seguiram adiante com o projeto da Realmarka Construções, com Kalliany ocupando o cargo de diretora comercial, coordenando a equipe de vendas e produtos, e Jacqueline atuando nas áreas financeira e de marketing. Mesmo atuando em áreas distintas dentro da empresa, Jacqueline enfatiza a parceria entre a dupla. “É importante ressaltar que fazemos muitas coisas juntas, nossas áreas tem muita sinergia”, conta Kalliany. Em setembro de 2020, o engenheiro mecânico de produção João Villela, que atuou por mais de 20 anos no mercado financeiro, completou o time entrando para o quadro societário da construtora.

Mulheres à obra

Além de ter duas mulheres entre os sócios da empresa, a Realmarka conta também com várias outras mulheres em cargos estratégicos, como por exemplo no canteiro de obras. Esse é o caso da engenheira civil Suelen Schmitz Gonçalves. Há 4 anos na empresa, ela fala que se sente realizada e respeitada em seu ambiente de trabalho, mesmo em uma área onde a maioria são homens.

“Me sinto muito realizada sendo mulher. Trabalhar em obras é um desafio diário, mulher precisa se impor desde a hora que sai de casa, na obra tem que ser firme, ter respeito e conhecimento no que se faz, fazer bem feito o que se propõe. Sendo mulher nesse segmento não basta ter conhecimento e anos de estrada, a gente precisa provar que faz, conquistar o respeito dos demais e isso só vem com trabalho duro. A obra tem outros olhos quando tem uma mulher no comando, antes acredito que as mulheres tinham mais receio desse ramo, mas cada vez mais conquistamos nosso espaço e a mulher pode estar onde quiser, ser mãe, esposa e profissional com maestria. Coordenar um setor que é predominantemente masculino não é pra qualquer um. Mas é a carreira que escolhi e faço com amor e dedicação, tudo o que eu faço dou o meu melhor, estou na Realmarka já fazem 4 anos, cresci com eles e eles comigo! Me respeitam confiam no meu trabalho e isso é recíproco”, afirma a engenheira.

Últimas notícias

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui