UniBrasil resgata a esperança de refugiados na capital Paranaense

O objetivo é dar qualidade de vida, bem-estar e apoio na vivência profissional 

UniBrasil resgata a esperança de refugiados na capital ParanaenseEm tempos de crises humanitárias, guerras, fome e miséria, o sociólogo polonês Zigmunt Bauman certa vez disse: “é preciso criar pontes, em vez de muros”. Esta era a percepção do pensador quando se tratava de unir os povos, por meio da solidariedade e da humanização. Duas qualidades que definem o perfil do UniBrasil Centro Universitário, voltado para atender às demandas da comunidade local.

Ao estender a mão ao próximo, os acadêmicos de Odontologia resgatam a esperança de refugiados na capital paranaense, a partir do projeto em parceria com a Cáritas Brasileira, instituição que atua há mais de dez anos na área de migração e de refúgio. A professora do curso, Fernanda de Caxias, idealizadora do projeto, deseja fazer a diferença na vida de quem mais precisa, principalmente, das pessoas em situação de vulnerabilidade social.

“Nós, de Odontologia, temos muito a fazer pelo próximo, então pensando em um projeto integrador, surgiu essa ideia de atender refugiados. A Cáritas entrou como parceira e os alunos abraçaram o projeto desde o primeiro dia”, explica feliz a docente.

O serviço gratuito visa promover saúde bucal, bem-estar e abrir portas aos refugiados, com o intuito de inseri-los no mercado de trabalho. É o caso de Ramon Celestino Barrios, que há um ano e meio está no Brasil. “Fui muito bem recebido pelos brasileiros quando cheguei aqui. É um povo acolhedor! Já estou reconstruindo minha vida e busco meu espaço como motorista profissional na cidade”, conta Barrios.

De um lado, os imigrantes são impactados pelos serviços ofertados pela clínica odontológica do Centro Universitário; por outro, os acadêmicos são transformados por cada paciente que passa pela cadeira de atendimento. Este é o sentimento da estudante Débora Macuco, que relata o quanto se sente realizada pessoal e profissionalmente com a experiência: “O projeto é incrível e nos coloca em contato com pessoas que são muito gratas pelo nosso serviço, é um aprendizado que vai além da sala de aula, é muito transformador”, diz Macuco.

Projetos integradores são implementados na matriz curricular dos cursos do UniBrasil

Há 3 anos, os projetos integradores passaram a integrar as matrizes curriculares dos cursos, do UniBrasil. Dentre as principais diretrizes que norteiam o projeto pedagógico, estão:

  • Interdisciplinaridade;
  • Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS);
  • Relação dialógica da comunidade com a Instituição de Ensino Superior (IES);
  • Ensino por competência;
  • Metodologias Ativas.

Na proposição dos temas dos Projetos Integradores, observa-se seu alinhamento com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Os temas abrangem a educação, o desenvolvimento econômico, a erradicação da pobreza, da miséria e da fome, a inclusão social, a sustentabilidade ambiental e a boa governança em todos os níveis, incluindo paz e segurança.

Os Projetos Integradores estão presentes na matriz articulando de forma a integrar os conteúdos dos componentes curriculares de cada semestre. A integração entre os docentes das diferentes disciplinas do mesmo período fortalece o processo ensino-aprendizagem.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui