Antes de turnê americana, Oruã lança clipe “Obrei Orei”

Oruã
Oruã (Crédito: Guilherme Paz)

Abusando da saturação das cores, do neon e dos rastros a cada frame, “Obrei Orei”, mais novo vídeo do conjunto Oruã, é uma despretensiosa homenagem ao cineasta Wong Kar-Wai. Sem se limitar a replicar a obra do diretor chinês, o vídeo permite que as animações em rotoscopia da Inhamis Studio conduzam a narrativa visual por caminhos psicodélicos e bem-humorado. O lançamento joga luz sobre a campanha de financiamento coletivo lançada pela banda para custear sua próxima turnê, que circulará pelos EUA com o Built to Spill.

Acesse a campanha

Assista ao clipe “Obrei Orei”: 

Do argumento de Lê Almeida até a direção da dupla François Havana e Mia Mozart, o clipe “Obrei Orei”, de Oruã, traz uma profusão de referências cinematográficas, das mais esdrúxulas até as mais conceituadas, para narrar um dia em uma loja de discos. O clima descontraído do vídeo vai no caminho oposto do mais recente lançamento, o psicodélico “Outros Santos/Essência Bruta”, um ousado curta-metragem que traz em seu cerne uma denúncia do passado escravagista e do presente ainda racista do Brasil.

Os últimos clipes do quarteto têm funcionado como registros de seus diferentes habitats: as estradas do Estados Unidos, as madrugadas na Baixada Fluminense, as brisas do mar de Búzios. E finalmente chegou a vez do Centro do Rio de Janeiro, local onde o Oruã emergiu em 2016 durante sessões de improviso no Escritório, o quartel general da Transfusão Noise Records. Assim como os seriados de TV, a trajetória do clube recreativo é dividida em temporadas, que são ciclos iniciados com novos personagens e histórias inéditas. Além de rostos já conhecidos, o elenco reuniu sócios-atletas que representam a novíssima geração de agregados do selo. O vídeo foi gravado na loja Clube da Esquina Discos, localizada no mesmo imóvel centenário que abriga o Escritório.

A produção é mais uma parceria entre Transfusão e Inhamis, que desde 2009 têm somado forças em diversos projetos audiovisuais. “Reforçando a conexão entre a Baixada Fluminense e a cidade mineira de Juiz de Fora, a rádio proselitista database.fm e o famigerado baixocentro.com vão utilizar todas as tecnologias necessárias para que este conteúdo possa ser assistido pelas futuras gerações”, conta Eduardo Vasconcelos, do Database. 

“Obrei Orei” faz parte do disco “ÍNGREME”, de Oruã, lançado em outubro de 2021 pela Transfusão. Este foi o 109º lançamento da gravadora independente, que completa 20 anos em 2024. O lançamento retoma os trabalhos do álbum no momento em que Oruã vai pegar a estrada nos EUA, com shows anunciados em 11 estados americanos abrindo novamente para o Built to Spill, referência no cenário do indie rock e cujo novo disco sai pela SubPop no início da turnê, em setembro. 

A campanha de financiamento coletivo visa a arrecadar 50 mil reais para custear as passagens e trâmites de vistos para o grupo carioca, e oferece aos fãs recompensas exclusivas, como LPs, compactos, demos, fitas cassete, colagens originais, pôster da turnê e versões estendidas de clipes, com contribuições começando em apenas R$20.

Sobre Oruã:

“Oruã é filho do centro do Rio de Janeiro, nasceu à noite e frequenta os bailes pela madrugada. Free jazz de pobre. Kraut de vagabundo. Sem neurose”, define Eduardo Vasconcelos. Cru e sofisticado, de tonalidade ocre, o som do conjunto não se encaixa na paleta de cores artificiais de uma onda neo-psicodélica cada vez mais dependente de investimentos em pedais e efeitos. Com afrobeat, Clube da Esquina, alguns clássicos da Matador Records, riffs setentistas, amuletos e fitas cassetes na bagagem, a banda embarca numa viagem sem volta para fora da curva.

O terceiro disco de Oruã coroa uma trajetória iniciada em 2016, após sessões de improviso no Escritório, sede da Transfusão Noise Records, no centro do Rio de Janeiro. Naquela época um trio que somou mais de dez colaboradores, Oruã viu nascer seu primeiro álbum no ano seguinte, com lançamento nos Estados Unidos pela IFB Records. 

Ao longo de 2018, a banda circulou por todas as regiões do Brasil e chegou ao Uruguai. Entre os percursos, gravou o segundo disco. Também lançaram parcerias com Laura Lavieri (em um cover de “Vou Recomeçar”, consagrado na voz de Gal Costa), goldenloki e marianaa. O EP “Tudo Posso” incorporou saxofones e levou a banda pelo free jazz garageiro. Por fim, veio o elogiado “Romã”, que expandiu a conexão com o noise e o lo-fi e possibilitou a mais recente turnê internacional de Oruã. 

No álbum “Íngreme”, o retrato sonoro da caminhada vai se desdobrando em outras paisagens – mais verdes, percussivas e espirituais, enquanto desbravam pela primeira vez um estilo de vida diferente. Nada a ver com tranquilo, mas um estilo de vida de fato independente. Livre. Crescido nas adversidades, filho de uma década turbulenta, Oruã não teme. Em 2022, após mais de cinco anos de atividade, depois de percorrer as mais variadas estradas, a banda não esquece do que e de como a caminhada foi feita ao mesmo tempo em que agradece. É, finalmente, o momento da colheita.

Ficha técnica

Oruã – Obrei Orei

Direção de François Havana e Mia Mozart.

Argumento de Lê Almeida.

Captação e Montagem de François Havana.

Produção: Lê Almeida, Rayi Kena e David Beat.

Produção de Arte: Karen Rochas e Jess Cansadona

Gaffer: Bigu Medine

Rotoscopia e Animação: Lucas Borges e Valpero Delacroix

Color Grading: Caio Dezidério

Elenco: Jess Cansadona, David Beat, Juquinha, Karen Rochas, Rayi Kena, Gabizzzada, Yasmoon, Mark Silva, Murillo Marques, João Casaes, Lê Almeida e Bigu Medine.

Locação: Clube da Esquina Discos (Rio de Janeiro)

Confira as datas da turnê de Oruã com Built to Spill:

ORUÃ NORTH AMERICAN TOUR

PT.1 (SETEMBRO ABRINDO PARA O BUILT TO SPILL)

28/AGO @ MIAMI, FL _ THE GROUND

6/SET @ COLUMBUS, OH _ THE ATHENAEUM THEATRE

7/SET @ KNOXVILLE, TN _ THE MILL & MINE

8/SET @ WILMINGTON, NC _ GREENFIELD LAKE AMPHITHEATER

9/SET @ CHARLESTON, SC _ CHARLESTON MUSIC HALL

10/SET @ ST. PETERSBURG, FL _ JANNUS LIVE

11/SET @ FT. LAUDERDALE, FL _ CULTURE ROOM

13/SET @ ORLANDO, FL _ THE SOCIAL

14/SET @ JACKSONVILLE, FL _ JACK RABBITS

15/SET @ PENSACOLA, FL _ VINYL MUSIC HALL

16/SET @ BIRMINGHAM, AL _ SATURN BIRMINGHAM

17/SET @ MEMPHIS, TN _ GLOWLER’S

18/SET @ TULSA, OK _ CAIN’S BALLROOM

19/SET @ ST. LOUIS, MO _ RED FLAG

20/SET @ COLUMBIA, MO _ BLUE NOTE

21/SET @ LAWRENCE, KS _ GRANADA THEATER

23/SET @ DENVER, CO _ BLUEBIRD THEATER

24/SET @ SALT LAKE CITY, UT _ METRO MUSIC HALL

25/SET @ BOISE, ID _ FLIPSIDE FEST 

8/OUT @ BOISE, ID _ CRLB

PT.2 COM LAMINATE

10/OUT @ OLYMPIA, WA _ TBA

13/OUT @ TACOMA, WA _ AIRPORT TAVERN

18/OUT @ OAKLAND, CA _ OAKLAND SECRET

20/OUT @ LAS VEGAS, NV _ TAVERNA COSTERA

21/OUT @ SAN DIEGO, CA _ BANCROFT BAR

22/OUT @ LOS ANGELES, CA _ PERMANENT RECORDS

23/OUT @ PHOENIX, AZ _ TRUNK SPACE

24/OUT @ ALBUQUERQUE, NM _ LA CHANCLA

26/OUT @ AUSTIN, TX _ CHESS CLUBE

27/OUT @ NEW ORLEANS, LA _ GASA GASA

29/OUT @ BIRMINGHAM, AB _ THE NICK

30/OUT @ NASHVILLE, TN _ 5 SPOT

31/OUT @ CHARLESTON, SC _ TUA LINGUA

1/NOV @ ATLANTA, GA _ 529

2/NOV @ RICHMOND, VA _ FUZZY CACTUS

3/NOV @ BALTIMORE, MD _ THE CROWN

5/NOV @ PHILIDELPHIA, PA _ FIREHOUSE

6/NOV @ MANHATTAN, NY _ BERLIN

8/NOV @ BOSTON, MA _FACES

9/NOV @ PROVIDENCE, RI _ AS220

10/NOV @ NEW HAVEN, CT _ STATE HOUSE

15/NOV @ PITTSBURGH, PA _ SPIRIT

16/NOV @ DETROIT, MI _ PJ’s

17/NOV @ ST LOUIS, MO _ SINK HOLE

18/NOV @ CHICAGO, IL _ SUBTERRANEAN

19/NOV @ MINNEAPOLIS, MN _ 7TH AVE

20/NOV @ MILWAUKEE, WI _ BREMEN CAFE

22/NOV @ DENVER, CO _ HI-DIVE

23/NOV @ SALT LAKE CITY, UT _ BEEHIVE

25/NOV @ PORTLAND, OR _ SHANGHAI TUNNEL

26/NOV @ SEATTLE, WA _ JULES MAES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui