Ejaculação precoce tem tratamento sem uso de medicamento

Problema tem relação com a musculatura, inervação, veias e artérias do assoalho pélvico e à harmonização do sistema nervoso central

Ejaculação precoce é uma das grandes preocupações dos homens | foto Andrea Piacquadio/Pexel

Quando se trata da performance sexual, muitos homens se sentem intimidados quando se trata do tempo de ejaculação e, apesar da inexistência de um padrão, falar sobre o tema pode render piadas e constrangimento.

E nos jovens isso também acontece, pois é estimado que mais da metade deles, entre 16 e 21 anos, tenham problemas sexuais, incluindo a ejaculação precoce.

Drª Priscila Martins Calil, fisioterapeuta clínica pélvica e sexóloga somática, comenta que o problema precisa ser analisado de maneira profunda, excluindo, por exemplo, que isso surja do consumo de pornografia, citado, de maneira equivocada como principal causa.

“A pornografia até hoje é vista como vilã de tudo (…) e às vezes não é bem assim, pois precisamos ter uma visão profunda sobre o tema, já que sempre aprendemos tudo olhando primeiramente, então quando o consumo da pornografia é no sentido de curiosidade para aprender, é super bem-vindo”, enfatiza a especialista.

Então de onde vem o problema? Drª Priscila reforça que a origem está no enfraquecimento, incoordenação e falta de resistência da musculatura do assolho pélvico e, em alguns casos, com comprometimento na inervação, veias e artérias da região, porém “a maior causa de ejaculação precoce nos jovens e em pessoas mais velhas é a falta de harmonia do sistema nervoso central, em nível cerebral literalmente falando”.

A especialista comenta que a relação psicológica, também descrita como causa do problema, precisa ser deixada de lado, pois a “ejaculação precoce, geralmente é de causa somato-emocional, isto é, começa no corpo e acaba afetando a parte emocional. Conheço muito homens ansiosos e sem o problema e, também, conheço pacientes sem ansiedade, mas com ejaculação precoce”, reforça.

Há mais de 22 anos, Drª Priscila trabalha com homens com este problema, sendo eles os primeiros pacientes da Clínica Perfecto, onde atende em Ponta Grossa, Curitiba e Balneário Camboriú. “98% dos meus pacientes com vida sexual ativa e bom relacionamento com a parceria apresentam resultados extremamente significantes de controle ejaculatório”, finaliza.

Pacientes que estejam com o problema podem entrar em contato com a especialista e agendar uma consulta, a fim de identificar o problema e iniciar o tratamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui