Personalidades do mundo esportivo apoiam #BotaElasNoJogo para dar visibilidade ao futebol feminino nos games

Craque Neto, Rebeca Andrade, Renata Fan e Denilson se unem com Guaraná Antarctica que acaba de lançar um filme sobre o movimento que começou em julho deste ano

Quem é craque no mundo dos games de futebol sabe que tentar jogar com a Seleção Brasileira Feminina é impossível. Isso porque as jogadoras que vêm colecionando troféus nos campos reais, não possuem rostos nem mesmo nomes verdadeiros nos games de futebol. Foi pensando em dar mais protagonismo à essa discussão que Guaraná Antarctica acaba de lançar uma campanha para seguir apoiando o movimento #BotaElasNoJogo, liderado pelas jogadoras brasileiras.

Com o propósito de trazer mais pessoas para compartilhar e dar visibilidade para o movimento, Guaraná Antarctica – com o apoio das jogadoras Tamires, Bia Zaneratto, Maria Eduarda, Adriana e Ary Borges – entra em campo com o filme que estreia nesta segunda-feira, 12, em todas as plataformas digitais da marca e também nos perfis das atletas.  A peça conta com a participação das jogadoras em animações 3D inspiradas no universo gamer e explica o #BotaElasNoJogo, convidando o público a criar avatares femininos em diferentes jogos para apoiar o movimento. A marca também assume o compromisso de arcar com os direitos de imagem que as jogadoras deixaram de receber por não estarem nos games.

Há mais de 100 anos caminhando lado a lado com os brasileiros, Guaraná Antarctica vem construindo diversas iniciativas de apoio à visibilidade do futebol feminino. Patrocinadora da Seleção Brasileira Feminina, a marca vai contribuir com parte dos direitos de imagem das jogadoras. “O filme é mais uma iniciativa para reforçar a importância da representatividade das jogadoras em espaços ainda não conquistados. Temos esse compromisso com o futebol feminino e vamos seguir fazendo escolhas que coloquem as mulheres nos territórios que elas devem estar e serem vistas”, Giuliana Cittadino, gerente de Marketing de Guaraná Antarctica.

O #BotaElasNoJogo é um movimento que abrange não só o universo do futebol, mas impacta também todos que acreditam na representatividade feminina como um todo. Rebeca Andrade, ginasta artística brasileira e o Craque Neto, comentarista esportivo e ex-futebolista são personalidades do mundo esportivo que apoiam o movimento.

“Nosso desafio foi buscar dentro de um tema tão sério quanto a falta de representatividade feminina no esporte, um insight que chamasse atenção das pessoas com autenticidade. Um time majoritariamente feminino esteve à frente de todo projeto e estamos muito felizes com o resultado final. Conseguimos realizar uma ação de comunicação integrada que valoriza o esporte feminino como um todo e confirma o protagonismo de Guaraná nessa causa”, complementa Kelly Neres, gerente de Conteúdo da SOKO.

“As jogadoras brasileiras estão fazendo história e merecem ter reconhecimento à altura. É isso que a gente quer trazer com o movimento #BotaElasNoJogo: representatividade dentro e fora de campo, nas maiores plataformas do mundo”, acrescenta Julia Malavazzi, Senior Copywriter da SOKO.

Para ampliar o #BotaElasNoJogo, a marca convocou os streamers Wendell Lira, Carol Docha, Marielle Mariano, Stephanie Santos e Adolfz para criar seus avatares e colocar as jogadoras nos maiores games de futebol do mundo. Além do futebol, Guaraná Antarctica convocou streamers de outros universos dos games como: Blogueirinha (The Sims) e Funky Black Cat (Elden Ring). Foram duas semanas de lives, onde os streamers mostravam como fazer os avatares das jogadoras em diferentes cenários e gráficos. “A campanha como um todo é um pedido para que as pessoas ajudem a fazer crescer esse movimento e trazer visibilidade para a causa que merece brilhar assim como as atletas brilham no campo”, conclui Giuliana.