Nilze Benedicto lança clipe sobre potência feminina

Nilze Benedicto
Nilze Benedicto (Crédito: Patrícia Duarte)

A cantora e compositora Nilze Benedicto, após um potente mergulho no samba, celebra a obra e o impacto cultural de duas das maiores ícones do rock: Rita Lee e Tina Turner. O lançamento do clipe que celebra esse encontro de trajetórias – das homenageadas e de Nilze, cuja vida na música abrange os palcos, os bastidores e a arte como forma de educação.

Assista ao clipe “Filha do Vento”: https://youtu.be/16BAXVMps24 

Ouça “Filha do Vento”: https://show.co/CPOZark

A inspiração em artistas femininas é uma constante no trabalho de Nilze. Desta vez, a influência foi também da amiga e poeta Renata Correa, que surgiu nos pensamentos de Benedicto juntamente com parte da letra de “Filha do Vento” e também sua melodia. “Depois de uma semana aconteceu a mesma coisa e veio a segunda parte. Quando encontrei com ela, falei do ocorrido e ela disse ser Filha de Oyá. Esta é uma homenagem às filhas do vento que dominam todos os espaços, se viram do avesso e são destemidas”, resume Nilze.

Ser filho de Oyá no Candomblé significa pertencer a uma linhagem espiritual dedicada à divindade associada ao vento e às tempestades. A relação entre um filho de Oyá e a divindade é marcada por devoção e proteção espiritual. E isso, segundo Benedicto, é notório: “E quando tu falas / que eu guardo segredos / Eis o motivo: é minha proteção”, canta a autora na faixa. 

Nilze Benedicto é uma figura multifacetada no cenário cultural brasileiro dona de uma trajetória que abrange diversas áreas. Com formação em Ciências Biológicas e uma pós-graduação em gestão ambiental, Nilze também deixou sua marca na educação. Durante 25 anos, ela se dedicou à área pedagógica, participando de congressos e assumindo o papel de coordenadora geral de Ciências no município de Itaboraí, no Rio de Janeiro. 

No entanto, Nilze Benedicto não se limita à sala de aula. Sua expressividade artística se revela através da música, da poesia e da trova. Ela é uma sambista, cantora, compositora e trovadora reconhecida, com suas trovas sendo destacadas não apenas no Brasil, mas também internacionalmente, no Japão e no Uruguai. Sua habilidade em criar versos e melodias é uma manifestação da riqueza cultural do Brasil.

Além de suas contribuições no campo da educação e da arte, Nilze também desempenhou um papel importante na produção de eventos musicais, sempre unindo a influência africana na música brasileira, destacando o poder e a importância das mulheres do samba e seus instrumentos musicais.

Com “Filha do Vento”, Nilze Benedicto se volta para a guitarra, tão associada às suas homenageadas, para criar uma canção poderosa sobre identidade e potência feminina. A faixa já está disponível em todas as principais plataformas de música, e o clipe, em seu canal de YouTube.

Ficha técnica: 

Letra e música: Nilze Benedicto 

Produção  musical : Felly Sill e Chavão  DG

Roteiro e direção: Pat Duarte

Produção: Pilar Romio e Pat Duarte

Assistentes de Produção: Chavão  DG e Thiago Machado

Fotografia: Gabriela Furlan e Pat Duarte

Câmeras: Gabriela Furlan

Montagem e colorização: Bernardo Martins e Didi Assis

Arte: Pat Duarte e Pilar Romio

Still: Chavão  DG e Pilar Romio

Maquiagem: Mary Duarte

Locação: Casa Frida na Floresta