Especialista alerta para a importância do check-up antes das festas e viagens de fim de ano

70,6% dos brasileiros não realizam os exames regularmente

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que 70,6% dos brasileiros não realizam check-ups regularmente. Fazer exames de rotina com frequência é essencial na medicina preventiva, uma revisão periódica do funcionamento do organismo para detecção precoce de qualquer alteração patológica, mas a bateria de exames também tem importância antes do início de alguma atividade esportiva e de viagens longas.

Segundo o responsável técnico do LANAC – Laboratório de Análises Clínicas, Marcos Kozlowski, o check-up é imprescindível antes de qualquer viagem, especialmente as mais longas. “Além de avaliar as condições gerais de saúde, o check-up traz tranquilidade para curtir os dias de descanso com saúde”, afirma.

Os principais exames utilizados são o hemograma, exames de urina, fezes, cardiológicos, ginecológicos e exame de toque retal. “Apenas após a consulta médica, é determinado quais exames devem ser realizados no check-up, segundo o histórico pessoal e família de cada paciente, para que seja possível fazer uma análise específica, de acordo com a idade e sexo do paciente”, alerta.

Kozlowski lembra que o ideal é realizar o check-up em um dia que a rotina não foi alterada. “Exageros na alimentação e ingestão de bebidas alcoólicas podem trazer alterações nos resultados. Mantenha seus hábitos rotineiros para ter resultados fiéis ao seu estado de saúde”, explica.

O check-up sanguíneo é um exame rápido, com baixo custo, que mesmo em clínicas particulares, está ao alcance de muitas pessoas. “Ele tem alto poder de detecção de doenças, como a anemia, problemas cardíacos, câncer, problemas na tireoide e nos rins, e as infecções sexualmente transmissíveis. E quanto antes descobrir algum problema de saúde, melhores as chances de tratamento”, finaliza.