Imóveis comprados na planta e entregues mobiliados, equipados e decorados são tendência no mercado imobiliário

Crédito fotos: Sheep House – Fotografia Imobiliária

Para evitar ônus de obras e montagens, além de poupar tempo com escolha de mobília e decoração, consumidores estão optando por apartamentos “prontos para viver”, que incluem móveis, eletrodoméstico, revestimentos, decoração e até enxoval  

A compra do apartamento na planta, opção vantajosa do ponto de vista financeiro e do valor agregado de empreendimentos mais modernos, ganhou um novo trunfo no concorrido mercado imobiliário brasileiro. Se o ônus de mobiliar, decorar e equipar o imóvel pesava na decisão de consumidores que querem facilidade e economia de tempo, uma novidade começa a impulsionar as vendas para quem quer “fugir” dos transtornos das obras e fazer a mudança logo após a entrega das chaves.

As proptechs especializadas em providenciar tudo que é necessário para deixar o novo imóvel “pronto para viver” estão atendendo à demanda crescente por praticidade e conveniência na área da moradia. Depois do passo dado pelas incorporadoras na última década, com o investimento em áreas de uso comum equipadas e decoradas nos condomínios multirresidenciais, agora,  por meio de parcerias com startups, elas passam a entregar os novos apartamentos seguindo o conceito “plug and play”.

Crédito fotos: Sheep House – Fotografia Imobiliária

Em Curitiba, a AGL Incorporadora acaba de fechar parceria com a startup catarinense Spotlar, uma das pioneiras em projetos arquitetônicos pensados para imóveis na planta. A opção de contratação do serviço ainda na etapa de obras será oferecida no New Urban, empreendimento com 25 pavimentos e 84 unidades em construção no bairro Novo Mundo. “A gente decidiu oferecer mais esse diferencial, em um empreendimento que já é super moderno, com sistema fotovoltaico, eficiência lumínica e energética, tecnologias de conforto térmico e acústico, reaproveitamento de águas cinzas, espaços de uso compartilhado para home office e estrutura pet friendly. A ideia é facilitar a vida do investidor e futuro morador e oferecer algo que realmente tenha bom custo benefício”, afirma o sócio e diretor da AGL, engenheiro Luiz Antoniutti.

O modelo, que ganha espaço nas capitais brasileiras, já está consolidado em mercados imobiliários do exterior e atende demandas que cresceram no período pós-pandemia. “Percebemos, em uma pesquisa feita com a rede de clientes da AGL, que o apartamento totalmente pronto para morar é uma solução que terá aderência, porque permite que o comprador receba as chaves e entre no apartamento apenas com as malas de roupas.  É um modelo comum em países como os Estados Unidos e a Austrália, e que está entre as tendências do mercado imobiliário nacional. E, além de toda a comodidade, essa novidade gera economia”, avalia o coordenador comercial da AGL, Rafael Mandryk.

Os projetos, incorporados e integrados por plataforma digital 3D, são feitos com a participação de arquitetos, designers de interiores, montadores, pintores, eletricistas e instaladores, com a coordenação de um engenheiro responsável. Além dos móveis, equipamentos, revestimentos, cortinas ou persianas, luminárias e toda a decoração, o serviço inclui até enxoval de cama, mesa e banho.

De acordo com o fundador da Spotlar, Marcos Nuernberg, o custo benefício é justamente um dos pontos fortes do serviço oferecido pela startup, que centraliza fornecedores e desenvolve os projetos mais adequados para cada tipo de planta. O serviço é contratado antes da entrega das chaves e o apartamento fica pronto em prazos que vão de 60 a 90 dias. “Com isso, geramos quatro benefícios: redução no custo de execução comparado ao método tradicional; agilidade no processo de entrega, sem atrasos; praticidade, já que todos os processos de compra, logística, e gestão de fornecedores são assumidos pela empresa; e segurança, porque o cliente paga um preço fechado, sem valores adicionais, ou más surpresas financeiras”, sustenta.

A empresa de Santa Catarina foi criada há três anos e já entregou mais de 200 apartamentos em prazos até 80% menores do que os convencionais. Os projetos recebem personalizações feitas a partir da plataforma tecnológica da proptech, o Spot 3D. “Depois de uma demonstração com o time comercial, o acesso é liberado para que o cliente personalize o projeto com total transparência sobre os ítens e valores incluídos. Temos uma diferença na interface do Spot 3D para cada público. Para o morador, a visão é de personalização por cada ambiente e item a item. Para o investidor imobiliário, trabalhamos com categorias de itens dentro de curta, média e longa estadia. O apartamento decorado ganha 20% a mais de rentabilidade”, completa.