A expressão dos porcelanatos que reproduzem as diversas estética de materiais naturais

A arquiteta Rosangela Pena explica que a diversidade de acabamentos é uma grande aliada na realização de projetos que buscam a proposta de conexão com a natureza, uma apresentação suave e conforto térmico

Nesta varanda, a arquiteta Rosangela Pena utilizou um corte de porcelanato chamado quartzito. Com formas orgânicas, o recorte se assemelha a pedra. | Projeto Rosangela Pena Arquitetura.

Na arquitetura de interiores, a aplicação de elementos naturais como pedras e madeiras cooperam com os profissionais na missão de compor ambientes residenciais muito mais aconchegantes e relaxantes. Entre as tantas possibilidades de materiais utilizados nos projetos, o porcelanato é aclamado por inúmeras razões. A evolução tecnológica dos fabricantes permite uma reprodução autêntica em um mix entre a aparência impressionante e a sensação do toque através das texturas.

Sou cada vez mais adepta da utilização dos porcelanatos, pois a fidelidade trazida no visual é impressionante, dificultando, muitas vezes, que uma pessoa consiga distinguir o material instalado se trata do real ou industrializado”, revela a arquiteta Rosangela Pena, responsável por seu escritório homônimo. Entre os benefícios dessa substituição, ela destaca o custo-benefício que permite ao cliente contar com o aspecto desejado sem realizar os investimentos que os materiais naturais demandam. “De fato, os insumos originais apresentam preços superiores”, explica a profissional.

As múltiplas faces do porcelanato:

De acordo com a arquiteta, o advento da indústria cerâmica ‘não está para brincadeira’. Com as coleções de porcelanatos, ela pode trabalhar com a aparência acolhedora da madeira em padrões diversos em tábuas de diferentes espécies como o carvalho, instalação de ripas ou os padrões da madeira de demolição.

Entre as pedras, ela ressalta a busca pelo aspecto rústico da ardósia, a solidez e a opção mais acessíveis dos granitos e a sofisticação de mármores como o Travertino.

A expressão natural dos porcelanatos por toda casa

Nesse dormitório, a leveza e conexão da madeira foi emulada por meio do porcelanato escolhido pela arquiteta| Projeto Rosangela Pena Arquitetura| Foto: Sidney Doll

Mas não só pela versatilidade das sensações que o porcelanato é aclamado. Combinado com o conforto visual, Rosangela também considera a resistência e facilidade de manutenção como outros fortes atributos para todos os ambientes residenciais e áreas de alto tráfego, que não se limitam aos ambientes internos e são ideais para garagens, varandas e terraços. “A capacidade de se adaptar a diferentes espaços, aliada à sua beleza, reforça a posição do porcelanato como sofisticado e super adequado”, comenta Rosangela.

Dentre suas preferências estéticas, ela destaca o porcelanato com corte em estilo quartzito. Capaz de reproduzir formas orgânicas irregulares com uma variedade de acabamentos, apresenta uma grande semelhança com pedra natural. “Com sua tonalidade clara, esse porcelanato nos dá um resultado esplêndido”, argumenta.

Nesta cozinha, o porcelanato corrobora com o décor rústico da parede com tijolinhos e outras duas propriedades importantes: o conforto térmico e longevidade do produto em um local com grande circulação de pessoas | Projeto Rosangela Pena Arquitetura| Foto: Sidney Doll

Sustentabilidade

Projeto Rosangela Pena Arquitetura| Foto: Sidney Doll

A capacidade do porcelanato em simular elementos naturais se traduz em um comportamento sustentável em função da preservação os materiais originais. Ao escolher porcelanatos que reproduzem a textura e a tonalidade encontradas na natureza, o projeto de arquitetura deixa de contribuir com o consumo excessivo de árvores e a preservação de áreas geológicas.

Sugestões de produtos com aparência natural

A Roca Brasil Cerámica destaca uma seleção de pisos de porcelanato com aparência de matérias naturais:

1. Ceppo Di Gree – Disponível nos tamanhos de Superformatos 120 cm x 120 cm e 120 cm x 250 cm
2. Série Desert – Disponível também com acabamento ABS
3. LM Mármore Parana – Disponível no tamanho 120X120
4. LM Marble Sorrento – Disponível no tamanho 120X120
5. Série Madero Canary – Disponíveis nas dimensões 20 x 120 cm
6. Série Legno Negro – Disponível na dimensão 20 x 120 cm com acabamento acetinado

Sobre a arquiteta Rosangela Pena

Instagram: @rosangelapenaarquitetura

Site: www.rosangelapenaarquitetura.com

Tel.: 11 2251-5889