segunda-feira, 22 julho 2024
9.2 C
Curitiba

Rafa Martins explora a beleza do desconhecido em “Dudaduna”

Rafa Martins
Crédito: Murilo Amancio

Uma duna é uma estrutura ao mesmo tempo móvel e que se molda com o tempo e o caminho. Inspirado tanto pelas estruturas naturais e por uma corruptela do termo “do nada”, Rafa Martins lança “Dunaduna”, seu segundo disco. Destaque do indie nacional nos últimos 15 anos ao lado da  banda Selvagens à Procura de Lei, ele traz um olhar dançante e pop que veio de muita reflexão.

Ouça “Dunaduna”: https://ditto.fm/dunaduna 

“Em 2022 passei por alguns processos de rupturas em que caí de cabeça na terapia. A partir daí, decidi me reconectar comigo mesmo e consequentemente voltei a me empolgar com as possibilidades da vida. Nesse período vieram as composições do álbum. Tudo partiu da minha decisão de viver um período livre das minhas opiniões e das alheias e assim fui abrindo minha cabeça para várias coisas”, analisa Rafa, que trouxe inspirações do rock, do pop e de bandas independentes latinoamericanas.

Os discos de Rafa Martins estão separados por dois anos, novas músicas e turnê com os Selvagens à Procura de Lei. Era preciso voltar ao aconchego da sua própria expressão e a partir desse porto seguro guiar o ouvinte por novos horizontes. Se o debut “Paisagens” é um álbum com composições guiadas pelo folk, com arranjos crus guiados pelo violão, o novo disco une guitarras, beats e programações. Fruto das transformações, “Dunaduna” foi gravado nessas dualidades entre caos e calmaria, entre São Paulo e Fortaleza.

“Pra mim, é muito importante o discurso estar alinhado com a fase de vida em que eu estou e, pra esse meu trabalho de agora, as músicas saíram meio que de uma vez, numa leva, contando uma história, trazendo a tona o meu momento de vida de agora. Eu gosto de defender minhas músicas no palco de uma forma sincera, cantando o que eu vivi ou estou vivendo. Assim como as músicas dos Selvagens que eu fiz e faço puxados por algo que no meu feeling tem a ver com a banda. Seja pela letra ou por um caminho sonoro que a gente quer seguir”, ele conta.

Assista ao visualizer “Labirintos”: https://youtu.be/TxgEfxakMwk 

Assista ao visualizer “Você me Deu a Mão”: https://youtu.be/tYWgzRy-Rxs 

Desde o lançamento de seu debut solo “Paisagens”, o músico também lançou duas canções em colaboração com Bola, da banda Zimbra: “Calcanhar” e “Sereno”. O primeiro single,  “Labirintos”, foi parte do projeto Radar Balaclava, em que o selo paulistano Balaclava Records lança faixas de artistas expoentes no mercado musical nacional. Agora, Rafa Martins está pronto para outras possibilidades musicais, líricas e estéticas. 

“Gosto de dizer que o álbum conta a minha história. Uma história que conto para mim mesmo, como se fosse uma carta minha pra vida”, conclui Rafa.

O álbum é uma produção autoral de Rafa Martins, em colaboração com Luigi Sucena. A mixagem foi realizada por João Milliet e a masterização por Fili Filizolla. Gravado em Fortaleza e São Paulo, “Dunaduna” está disponível em todas as principais plataformas de streaming.

Ficha técnica:

Produção: Luigi Sucena

Mix: João Milliet

Master: Fili Filizzola 

Capa single: Davi Serrano

Foto: Murilo Amancio

Destaque da Semana

Unindo rock e música brasileira, Blue Mar lança clipe psicodélico para “Tough Spell”

Brasileiro radicado no exterior, Blue Mar reflete a liberdade...

Sesc PR divulga primeiros nomes de convidados da Semana Literária 2024

A literatura volta a ser protagonista no Paraná com...

TCP entrega 94 títulos de inscrição de embarcações para moradores da região da Baía de Paranaguá

Iniciativa teve origem em reuniões periódicas realizadas com comunidades...

Artigos Relacionados

Destaque do Editor

Popular Categories

Mais artigos do autor