― Advertisement ―

spot_img
HomeEntretenimentoCulturaDenise Stoklos abre as comemorações do “Dia da Ucrânia” em Curitiba com...

Denise Stoklos abre as comemorações do “Dia da Ucrânia” em Curitiba com o espetáculo “Abjeto – Sujeito” no Teatro da Reitoria

fotógrafo de Leekyung Kim

Descendente de ucranianos e um dos principais nomes do teatro nacional, a paranaense apresenta obra a partir
de textos de Clarice Lispector, escritora e jornalista brasileira nascida na Ucrânia. Ingressos já estão à venda

Há muitos anos, Denise Stoklos, um dos maiores nomes do teatro nacional e descendente de ucranianos, foi convidada por Fauzi Arap para criar um espetáculo a partir de textos da escritora ucraniana Clarice Lispector, de quem ela já era uma dedicada leitora desde os 17 anos. Agora, depois de pronto, ela apresenta a peça “Abjeto – Sujeito: Clarice Lispector por Denise Stoklos”, que abre as comemorações da 5ª edição do Dia da Ucrânia, em Curitiba, no dia 26 de julho (sexta-feira), às 20 horas, no Teatro da Reitoria. Os ingressos já estão disponíveis por meio do Sympla, com valores a partir de R$40.
Assustada com o desafio lançado por Fauzi Arap, a jovem atriz capitulou, mas, agora, aos 71 anos, Denise Stoklos promove o encontro da criação do seu teatro essencial com a obra clariciana. Sem amarras e sem redes de segurança, como convém a uma artista que nunca fez do palco um lugar de teatralidades convencionais. O resultado é uma investigação radical a respeito de como o corpo, a voz e a emoção da intérprete expressam uma palavra literária empenhada em dizer o que a todo momento beira o indizível, como ocorre no conto “A quinta história”; nos romances “Água Viva” e “Paixão segundo G.H.” e na crônica “Vergonha de viver” por exemplo. Canções interpretadas por Elis Regina, como “Meio–termo”, “Os argonautas” e “Se eu quiser falar com Deus” pontuam de tempos em tempos o percurso que vai da negação à constituição do sujeito.
Abjeto – Sujeito: Clarice Lispector por Denise Stoklos é uma espécie de recital retesado pelas cordas da tragédia e da Comédia – como convém ao encontro de uma atriz de intensidade ímpar com uma escritora cuja linguagem é essencialmente dramática. Raras são as intérpretes que dão vazão à cena a um dramatismo sem amarras, despudorado, tragicômico, a meio caminho entre a gravidade e a momice. E poucos são os artistas que na idade de Denise ainda se sentem compelidos à improvisação e ao risco.
Grande admiradora da escritora, Denise foi ao Rio de Janeiro e descobriu o endereço de Clarice na lista telefônica. Com a audácia da idade, ligou para ela de um telefone público embaixo do prédio. A própria Clarice atendeu a jovem universitária que lhe pedia uma entrevista e mandou que ela subisse. Feitas as primeiras perguntas Clarice disparou: “Você não veio me entrevistar, você veio me conhecer, não é? Então, guarde a caneta e vamos conversar.”
Do encontro, Denise guardou para sempre a imagem daquela mulher fascinante – ucraniana assim como ela. Cerca de uma década depois, quando ouviu, na derradeira entrevista concedida à TV Cultura, a escritora dizer que jovens leitoras compreendiam melhor sua obra que os especialistas, Denise se sentiu naturalmente incluída na referência.
Dia da Ucrânia em Curitiba
O Dia da Ucrânia é organizado desde 2015 em Curitiba pelo Grupo Folclórico Barvinok, ligado à Sociedade Ucraniana. Na 5ª edição, além da abertura com a obra de Denise Stoklos que homenageia a ucraniana Clarice Lispector, no dia 26 de julho, no Teatro da Reitoria, as comemorações também ocorrerão no Museu Oscar Niemeyer, nos dias 27 e 28 de julho (sábado e domingo), das 10h até 18h, com dezenas de atrações, como artesanato, dança, música e gastronomia. Nas barracas típicas, alocadas no vão livre do MON, opções de bordados, porcelanas, pêssankas, bonecas de pano, artesanato em couro e madeira, o tradicional pastel varenyky, sopa de beterraba, bolachas decoradas, embutidos, entre outros. Haverá também apresentações de grupos folclóricos de vários lugares do Paraná, Argentina e Canadá, em um palco montado especialmente para o evento.
A 5ª edição do Dia da Ucrânia em Curitiba é uma realização da Sociedade Ucraniana do Brasil com o Grupo Folclórico Barvinok, com o apoio institucional da AINTEPAR – Associação Interétnica do Paraná, da Embaixada da Ucrânia na República Federativa do Brasil, do Consulado Honorário da Ucrânia no Paraná e da RCUB – Representação Central Ucraniano-Brasileira, com incentivo da Razão Imobiliária, RANDON Rodoparaná e TIMBER, com produção da Unicultura Soluções Culturais e da Trento Edições Culturais. Mais informações pelo Instagram @barvinokoficial e @subras.oficial
Ficha Técnica:
Abjeto – Sujeito: Clarice Lispector por Denise Stoklos
Concepção e Interpretação: Denise Stoklos
Direção: Elias Andreato
Dramaturgista: Welington Andrade
Textos: Clarice Lispector
Canções: Elis Regina
Iluminação: Aline Santini
Espaço Cênico e Figurino: Thais Stoklos Kignel
Fotos: Leekyung Kim
Assistentes de Direção/Operação de som: Cristina Longo
Operação de luz: Maurício Shirakawa
Segundo Assistente: Wallace Dutra
Cabelo: Eron Araújo
Diretor de Produção: Ederson Miranda
Assistente de produção: Sofia Gonzalez
Produção Geral: Mira Produções Culturais
Serviço:
Abjeto – Sujeito: Clarice Lispector por Denise Stoklos
Abertura da 5ª edição do Dia da Ucrânia em Curitiba
Data: 26 de julho (sexta-feira)
Horário: 20 horas
Local: Teatro da Reitoria (Rua XV de Novembro, 1299 – Centro)
Ingressos: A partir de R$ 40, pelo Sympla
Classificação: 14 anos
Duração: 75 minutos.

5º Dia da Ucrânia em Curitiba
Artesanato, dança, música e gastronomia
Data: 27 e 28 de julho (sábado e domingo)
Horário: Das 10h até 18h.
Local: Museu Oscar Niemeyer (Rua Mal. Hermes, 999 – Centro Cívico)
Entrada: Gratuita
Classificação: Livre
Informações: Pelos perfis do Instagram @barvinokoficial e @subras.oficial
Realização: Sociedade Ucraniana do Brasil com o Grupo Folclórico Barvinok