Pesquisa da Allot explica como configurar uma segurança de rede eficaz para pequenas e médias empresas

  • O material revela que em empresas de todos os tamanhos recebem uma média de 124 ameaças cibernéticas por cliente todo mês
  • Apesar de 60% dos usuários estarem dispostos a considerar obter suporte de cibersegurança, apenas 11% já pagam por esse serviço

Pesquisa da Allot explica como configurar uma segurança de rede eficaz para pequenas e médias empresas

São Paulo, julho de 2020 – Você sabia que não só as grandes corporações que estão na mira dos hackers? Recentemente a Allot, fornecedora líder de soluções inovadoras de inteligência e segurança de rede para provedores de serviços em todo o mundo, realizou uma pesquisa especializada em ciberataques e descobriu que o número de amaças virtuais é praticamente o mesmo para companhias grandes ou médias.

Apesar da suposição da maioria dos profissionais, médias empresas estão tão sujeitas às ameaças cibernéticas quanto as grandes. Entretanto, o desconhecimento sobre o assunto tende a gerar problemas significativos e irreversíveis de invasão de sistemas corporativos devido à escassez ou, muitas vezes, inexistência de soluções voltadas especificamente à segurança virtual; além das companhias, principalmente as de pequeno porte, não possuírem nenhuma equipe interna de TI adequada.

À medida que a Internet das Coisas (IoT) e os dispositivos conectados aumentam a frequência, o gerenciamento apropriado da rede e a segurança cibernética se tornam cada vez mais críticos corporativamente. Isso ocorre porque os ataques direcionados às redes SMB nunca deixam de evoluir. Uma mistura tóxica de ransomware, phishing, malware e exploração de dados, por exemplo, representa uma ameaça para pequenas e médias empresas em todo o mundo.

Segundo a pesquisa da Allot, foi detectada uma média de 124 eventos de ameaças cibernéticas por cliente a cada mês, dos quais 93% foram ataques de phishing ou adware. Essas invasões incluíam mais de 50.000 URLs maliciosos exclusivos. A maior categoria de ciberataque está relacionada aos que fornecem algum tipo de adware, seguido por downloaders e malwares, usados para transmitir qualquer outra carga maliciosa que o invasor desejar.

O material também mostra que cerca de 60% dos usuários estão dispostos a considerar obter suporte de cibersegurança de seu provedor de serviços, embora apenas 11% já paguem por esse serviço.

De acordo com Thiago Souza, responsável pela operação da Allot no Brasil, existe uma oportunidade excepcional para os provedores de serviços de comunicação (CSPs). “Por serem capazes de tocar todo o tráfego de rede dentro e fora de ambientes SMB cada vez mais complexos, em fixo, móvel e até WiFi, uma solução baseada em rede para gerenciamento de rede SMB e oferta de cibersegurança de CSPs oferece a vantagem de cobrir toda a gama de dispositivos inteligentes sem a necessidade de colocá-los sob coordenação individualmente. As soluções de CSP desse tipo também são facilmente implementáveis ​​em toda a base de clientes, o que é outra vantagem distinta de outras soluções do mercado”, explica.

Com uma solução de gerenciamento de rede SMB, pequenas e médias empresas podem manter seus clientes protegidos, fornecendo serviços de segurança eficazes para todos os dispositivos nas redes de clientes SMB.

Comments are closed.