Sindicato comemora volta do atendimento nos Parque de Ponta Grossa

O Buraco do Padre volta a atender na quarta-feira

Mudança está em novo decreto com validade até 26 de abril

O Buraco do Padre volta a atender na quarta-feira

A partir desta segunda (12/04), parques turísticos naturais, públicos e privados podem voltar a atender. A mudança é importante para retomada do turismo local e acaba beneficiando todo setor, como hotéis, restaurantes e bares da cidade.

No decreto Nº 18.836/21, os estabelecimentos para poderem funcionar precisam ter alvará de localização ativo, licenças ambientais e inscrição no CadasTur e que também sejam seguidos protocolos de prevenção à Covid-19.

Para Daniel Wagner, diretor de turismo da ACIPG, entidade responsável pela solicitação da volta desse atendimento, essa é uma importante conquista para o setor. “Sabemos que o turismo em parques é seguro, pois além dos protocolos de prevenção à Covid-19, há ainda o ambiente aberto, o que garante segurança a todos. E, com essa volta, os outros setores também se beneficiam, como os hotéis e empresas de gastronomia”, enfatiza.

O secretário de turismo de Ponta Grossa, Paulo Stachowiak, um dos envolvidos para a volta do atendimento nas empresas de turismo natural comemora a mudança. “(…) a parceria com os parques foi muito importante para levarmos, com embasamento, ao Comitê do Covid da prefeitura que a abertura era segura e daria oportunidade às pessoas a estarem na natureza, aproveitando lugares com ótima estrutura e desfrutando do turismo que é uma indústria que movimenta a economia da nossa cidade”, enfatiza.

O atual decreto é válido até o 26 de abril. Até a data, o Sindicato Empresarial de Hotelaria e Gastronomia continuará em contato com a prefeitura para mais um item do ofício enviado em março ser atendido: o consumo de bebida alcóolica em bares e restaurantes, conforme comenta Rodrigo Baron, vice-presidente do Sindicato.

“Nossas conversas com a prefeitura só começaram, pois ainda há muito a ser conquistado, como o consumo de bebidas alcóolicas, o que hoje tem inviabilizado o atendimento em estabelecimentos com essa característica de atuação”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui