GeralTecnologiaNovo conceito de escritório do futuro ganha vida em Maringá/PR

Novo conceito de escritório do futuro ganha vida em Maringá/PR

Com investimento de R$ 15 milhões, Grupo DB1 inaugura nova sede totalmente futurística e estruturada para o trabalho híbrido com aposta em integração e interatividade para a criação de um ‘escritório vivo’.

As modernas instalações usam tecnologia de reconhecimento facial para a abertura de portas, catracas livres de toque para a entrada e um sistema de renovação de ar que garante a troca e a filtragem.

O Grupo DB1, uma das empresas que mais crescem na América Latina de cordo com o Financial Times, inaugurou na última quinta-feira, 13 de maio, a sua nova sede na cidade de Maringá/PR, que em 2020 foi eleita pela terceira vez consecutiva como a melhor cidade para morar no Brasil. O grupo é formado por empresas de tecnologia brasileiras, com sede em Maringá – PR e bases operacionais no Brasil, Argentina e Estados Unidos.

Pensado para garantir a segurança dos colaboradores e promover a colaboração de qualquer lugar do mundo, o novo escritório conta com espaços colaborativos que integram pessoas remotas e presenciais na mesma sala, cápsulas individuais para reuniões, espaços de ideação, estúdios e um sistema de inteligência artificial, batizado de DAISY, que ajuda a fazer a gestão de todo o espaço, além de ter a função de integrar os times e interagir com os colaboradores e visitantes.

As modernas instalações usam tecnologia de reconhecimento facial para a abertura de portas, catracas livres de toque para a entrada e um sistema de renovação de ar que garante a troca e a filtragem com o foco em diminuir os riscos de doenças.

Com 1658 m² de área útil e um investimento total de R$ 15 milhões, a nova sede do Grupo tem capacidade para 380 colaboradores simultâneos e conta com 15 salas de reuniões altamente equipadas para web/vídeo conferência.

Com ênfase em garantir colaboração, flexibilidade, saúde e a segurança dos colaboradores, a estrutura vem com muita tecnologia embarcada para que o conceito de inovação tecnológica continuasse sendo verdadeiro, tendo em vista que as relações de trabalho e negócios nunca mais serão as mesmas.

A qualidade de vida em Maringá

Cada vez mais consolidada como um dos principais polos tecnológicos do país, a cidade começou 2021 com cerca de 900 novos postos de trabalho. Apenas o setor de TI de Maringá, que vem crescendo exponencialmente com receita estimada em R$ 1,5 bilhão neste ano, emprega mais de 5 mil trabalhadores, atuando em cerca de 400 empresas ligadas à tecnologia e com médias salariais superiores a outros segmentos.

De acordo com o Índice de Desafios da Gestão Municipal, da consultoria Macroplan, que considera 15 indicadores, tais como educação, saúde, segurança, saneamento básico, empregos e qualidade de vida, Maringá é a melhor cidade do Brasil para morar. Esse reconhecimento marca a 3ª conquista da cidade no Índice.

Por ser uma das poucas cidades planejadas do país e possuir uma reserva de Mata Atlântica dentro da área urbana. Maringá possui um dos maiores índices de metros quadrados de área verde por habitante, com 26 metros para cada habitante. Na última década, a cidade melhorou a posição em saneamento e sustentabilidade para voltar ao topo do ranking nacional.

Saúde e bem-estar

O novo normal exigiu uma adaptação da obra para assegurar a saúde das pessoas. Entre as inovações resultantes dessa necessidade estão o conceito “no touch”. Assim, as pessoas não precisam utilizar a digital ou tocar nas portas e demais barreiras de acesso. Para o ingresso de colaboradores e visitantes é utilizada a tecnologia de reconhecimento facial que abre as portas principais. Já as catracas abrem com o crachá, mas sem a necessidade de toque ou de empurrar o mecanismo com o quadril.

Para separar os colaboradores e evitar que partículas sejam liberadas para os demais, foram utilizados vidros em todas as estações de trabalho. O ambiente todo possui um sistema de renovação de ar que minimiza riscos de contaminação, limpando o ar de impurezas e jogando as partículas fora.

Também foram instaladas portas e janelas em ambos os lados, o que garante a ventilação cruzada de modo que o ar circule por todo o espaço. Já os ambientes de descompressão foram todos pensados com o foco no conforto das pessoas e fazem referência aos famosos cafés dos grandes centros, com luzes neon e sofás togo, entre outros detalhes decorativos.

Modelo de trabalho focado em integração e colaboração

O novo modelo de trabalho adotado pelo Grupo flexibiliza a estadia do colaborador nas sedes. Dessa forma é possível escolher entre trabalhar presencialmente, remotamente ou de forma híbrida. No caso do modelo híbrido, é possível utilizar as instalações da nova sede, bem como as de Presidente Prudente/SP e Campo Grande/MS, em dias específicos da semana mediante agendamento por meio de um aplicativo. São realizadas higienizações e esterilizações dos ambientes em vários momentos do dia para que outras pessoas também possam trabalhar na posição desocupada por outra pessoa.

A sede também conta com um ambiente próprio para pessoas que trabalham na modalidade 100% remota utilizarem quando estiverem na sede. Trata-se de um espaço de compartilhamento de coworking, que também poderá ser reservado pelos colaboradores, sempre respeitando o período de intervalos para limpeza e esterilização.

Tecnologia e interatividade

Entre as inovações tecnológicas utilizadas no espaço estão o Tinbot, primeiro robô brasileiro interativo que reúne Inteligência Artificial, Cognição e IoT (Internet of Things) – que recepciona, cumprimenta e interage com todos que entram na sede mediante identificação.

A nova sede é um escritório vivo. Esse conceito é tangibilizado pela presença de DAISY, o projeto de robótica que é a “alma da tecnologia” e acompanha colaboradores e visitantes durante todo seu percurso na empresa. Ela interage dando boas vindas e guiando as pessoas em sua estada além de interagir sobre o dia a dia, brincar nas pausas para o café e realizar atividades como mudar a cor das luzes dos corredores, bem como outras interações incríveis.  Para permitir que todos se comuniquem com pessoas que estejam nas outras sedes é utilizado um painel interativo tecnológico que conecta as pessoas nos corredores da DB1 entre todos os prédios do Grupo. Ambos projetos de robótica foram criados pela empresa do Grupo DB1, a Tinbot Robótica, primeira empresa de robótica do Brasil a criar e vender robôs no país.

As novas instalações também contam com um data center especial que, além de toda a tecnologia necessária para armazenar os dados das empresas do grupo, possui um sistema de nobreak com duração de 3 horas, seguido de gerador, que, juntos, funcionam para que não falte energia em todo o espaço. O mesmo datacenter possui controle de temperatura, fumaça, líquidos, umidade e um cabeamento antichamas. A nível de curiosidade, foram utilizamos aproximadamente 20 km de cabos em toda a extensão da construção.

Para Ilson Rezende, fundador e CEO do Grupo DB1, o foco das novas instalações é a integração de todas as realidades do novo normal. “Nas salas de reunião as pessoas podem interagir, seja do escritório de Maringá ou de qualquer lugar do mundo. Criamos ambientes de colaboração. Aqui, as pessoas podem ou não ter a sua mesa, podem estar em Maringá, na DB1 ou em qualquer outro lugar, basta reservar esse espaço por meio dos aplicativos e canais de reserva. A pessoa poderá estar no espaço mais conveniente e produtivo para ela e ao mesmo tempo integrada aos demais membros do time, independente em qual local do mundo elas estejam. Enfim, as pessoas podem estar remotas, mas elas estarão sempre presentes!”

Entre as inovações tecnológicas utilizadas no espaço estão o Tinbot, primeiro robô brasileiro interativo que recepciona, cumprimenta e interage com todos que entram na sede mediante identificação.

A nova sede é um escritório vivo. Esse conceito é tangibilizado pela presença de DAISY, o projeto de robótica que é a “alma da tecnologia” e acompanha colaboradores e visitantes.

As novas instalações também contam com um data center especial com controle de temperatura, fumaça, líquidos, umidade e um cabeamento antichamas.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui