Após fazer solar álbum de música brasileira, americana Kristen Mather de Andrade lança EP natalino

Após trabalhar em cima do jazz tropical e do samba, a cantora e clarinetista Kristen Mather de Andrade visita os gelados natais da América do Norte com nostalgia e olhar para o futuro em “Evergreen”, um EP com cinco canções natalinas disponíveis em todas as plataformas de música.

“Sempre adorei música natalina – e isso ficou forte no período que vivi longe da minha família. Este ano parecia ser o momento certo para entrar no estúdio e gravar algumas das canções que adoro, mas que são um pouco mais fora do repertório tradicional”, conta Mather de Andrade,  que é acompanhada no EP pela pianista Yalin Chi e pelo violoncelista Jules Biber.

Com arranjos de Noah Taylor, clássicos como como “Riu Riu Chiu” e “Bring A Torch” se misturam com a recente faixa “Union Square”, de Annie Pasqua.

“‘Union Square’ é uma exceção nesse repertório, mas ela evoca uma imagem e um clima que casa com o EP. Eu conheci Annie há alguns anos atrás e cantei sua canção com meu grupo de música de câmara Vent Nouveau. Desde então, estava procurando o momento certo de gravar e voltar a trabalhar com ela”, disse Kristen Mather de Andrade.

Musicista virtuosa, professora de música e cantora com passagem por alguns dos principais palcos e escolas dos Estados Unidos, ela teve sua carreira definida por uma habilidade de dar vida a linhagens musicais com naturalidade e flexibilidade. Desde 2007, Kristen faz parte da West Point Band, orquestra mais antiga e tradicional do exército americano, e tem sido a clarinetista e solista principal desde 2012. Em 2016, ela viralizou com uma performance com o grupo trazendo canções clássicas da MPB em homenagem aos jogos olímpicos do Rio. A repercussão foi a chama que acendeu o “Clarão”, álbum com um mergulho profundo na música popular brasileira. O disco traz um repertório que não seria óbvio nem para artistas brasileiros, indo de Hermeto Pascoal a Severino Araújo passando por Roque Ferreira.

“Fiquei fascinada pela música brasileira quando era muito jovem, mas quando conheci meu marido, realmente comecei a me aprofundar na cultura do Brasil. Eu queria mostrar a música além do que os americanos conhecem, como Bossa Nova, e chamar a atenção para alguns estilos e compositores incríveis que achei tão inspiradores”, conta ela.

“Evergreen” e o disco “Clarão”, com seus universos sonoros tão distintos, estão disponíveis em todas as plataformas de streaming de música.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui