Dia 20 de março – Dia Mundial da Saúde Bucal – Hábitos que prejudicam sua saúde bucal

Ortodontista alerta para pequenas atitudes para melhorar a qualidade oral

Além da higiene bucal, é preciso estar atento a pequenas atitudes diárias que acabam prejudicando a saúde bucal. “Muitos pacientes chegam ao consultório dizendo que fazem tudo certinho, a escovação está em dia, o fio dental também. E, de fato, estão, mas é preciso analisar a fundo alguns hábitos que são nossos inimigos silenciosos, muitas vezes”, alerta a ortodontista, Viviane Vivaldi.

1- Roer unhas. Além disso, morder caneta, arrancar fitas com os dentes, tudo isso pode acabar trincando ou fraturando os dentes e causando fissuras na gengiva;
2- Exagerar no enxaguante bucal. Eles contêm substâncias que precisam ser usadas com parcimônia. Importante entender a recomendação caso a caso;
3- Usar escova de dentes com cerdas duras. Ela é inimiga da gengiva, porque causa retração gengival e sensibilidade dentária. Prefira cerdas macias sempre, que são ótimas para remoção da sujeira e amiga da gengiva;
4- Fumar. Além de ser prejudicial à saúde, como um todo, o cigarro causa escurecimento nos dentes, inflamações na gengiva o que aumenta a possibilidade de proliferação de bactérias. E, claro, sem falar no mau hálito;
5- Consumo excessivo de bebidas alcoólicas. O álcool promove um ressecamento na mucosa bucal, o que acarreta diversos problemas, inclusive aumentando a incidência de câncer bucal, assim como o tabagismo;
6- Palitar os dentes. O palito não serve nem como fio dental, porque ele pode agredir a gengiva;
7- Compartilhar escova de dentes. Há mais de 500 tipos de bactérias na boca e pode acontecer uma infecção cruzada. Além disso, pode causar mau hálito, entre outros problemas;
8- Não trocar a escova de dente com frequência. Ideal é fazer a troca de três em três meses, ou antes, caso esteja gasta. A escova velha não cumpre sua função de limpar os dentes, ou seja, não serve para muita coisa.

A especialista alerta que é importante fazer uma consulta periódica ao dentista e estar atento a dores, sensibilidades e alteração de cor na gengiva. “A cada seis meses é importante fazer uma limpeza e uma avaliação com um dentista de sua confiança. A saúde bucal em dia evita inúmeras doenças”, finaliza.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui