Saiba como controlar o consumo de chocolate das crianças

A Páscoa é sinônimo de chocolate para muitas crianças. É nesta época do ano que elas sonham com os ovos mais coloridos, recheados e diferentes que podem existir, e pais, avós e tios acabam fazendo de tudo para atender a vontade deles.

Mas como controlar o desejo das crianças em devorar os doces todos de uma vez e evitar problemas de saúde?

Segundo a nutricionista Isabella Guimarães, do Hospital Otorrinos Curitiba, o segredo é a moderação, já que o excesso no consumo dos chocolates pode causar aumento de peso e outros problemas futuros.

“Consumido em excesso, o chocolate pode causar vômitos, distúrbios intestinais (diarreia ou constipação) e mal-estar geral. Além disso, por ter cafeína, pode prejudicar o sono e descanso das crianças, levando, ainda, ao excesso de peso, obesidade e doenças crônicas não transmissíveis como a diabetes. Muito importante é observar possíveis reações alérgicas. Lembrando que essa moderação deve ser feita não apenas na Páscoa, mas durante todo o ano”, alerta a especialista.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os doces em geral devem ser oferecidos a partir dos 2 anos de idade, inclusive o chocolate. 

Benefícios do chocolate

O chocolate é um alimento energético e nutritivo e possui vitaminas e minerais importantes para o corpo, como manganês, zinco, potássio, magnésio e cobre. 

Consumido com equilíbrio, ele pode trazer muitos benefícios para a saúde, como por exemplo, regular o sono e o apetite, melhorar o humor, reduzir o estresse e a ansiedade, além de prevenir doenças cardiovasculares, melhorar os níveis de colesterol ruim (LDL), reduzir a pressão arterial e melhorar o fluxo sanguíneo.

Chocolate branco é chocolate?

O chocolate branco tem mais gordura que os outros chocolates, uma vez que é feito a partir da manteiga de cacau, açúcar e leite, e não do próprio cacau. Dessa forma, é preciso prestar mais atenção à quantidade e manter o equilíbrio.

“Não significa que esteja proibido, mas o chocolate branco deve ser consumido com moderação e equilíbrio. O ideal são 2 quadradinhos de uma barra conforme o tamanho da criança”, recomenda Isabella.

Qual o melhor chocolate para dar às crianças?

De acordo com a nutricionista, o ideal é oferecer às crianças o chocolate amargo (70% ou mais de cacau) ou o meio amargo (40-60%). Quanto mais cacau e menos açúcar, melhor. 

Segundo Isabela, é importante analisar o rótulo e optar por aquele que tiver o mínimo de ingredientes, “lembrando que o primeiro ingrediente é o que mais tem na composição do alimento e o último é o que menos tem”, completa.

Infelizmente, poucas crianças gostam de chocolate amargo ou meio amargo, então entre as opções leite (chocolate preto) e chocolate branco, o melhor é o chocolate ao leite, lembrando sempre que o equilíbrio é a palavra-chave.

Crianças e chocolate: moderação

A nutricionista lembra que a moderação ainda é a melhor opção quando o assunto é o consumo de chocolate pelas crianças. 

“Um pedacinho de chocolate aqui e outro ali, e quando percebemos as crianças já comeram tudo! Então, é necessário esse controle por parte dos pais. É importante lembrar, ainda, que em uma reeducação alimentar não existem alimentos proibidos, mesmo para a criança com sobrepeso ou obesidade: ela pode comer de tudo, desde que na qualidade e quantidade certas”, avaliou.

O consumo recomendado para crianças é de 25 gramas por dia, ou seja, entre 4 e 6 quadradinhos de uma barra, dependendo do tamanho.

Diretor Técnico do Hospital Otorrinos Curitiba: Dr. Ian Selonke – CRM-PR 19141 | Otorrinolaringologia

 

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui