Faturamento de fábricas de ração cresce graças às boas práticas de fabricação, afirma especialista

Padronizar procedimentos e garantir o mínimo de qualidade pode ser fundamental para uma indústria na hora de fechar as contas no fim do mês.

Com a atual situação econômica do País, todo tipo de gasto pode ser visto como um investimento de risco, e, por isso, requer uma análise minuciosa para saber se o resultado pode ser positivo para as empresas ou não. E até mesmo no agronegócio, setor que vem se destacando a cada dia, e se tornando cada vez mais o braço forte para a economia nacional, também não é diferente.

De acordo com coordenador da garantia da qualidade da Quimtia Brasil, Alessandro José Pereira, empresa especializada na fabricação de insumos para ração animal, boas práticas de fabricação, por exemplo, devem ser colocadas em prática dentro das empresas, e podem ser primordiais para obter bons resultados na hora de contabilizar o faturamento mensal.

“Qualificar fornecedores, controlar matérias primas e embalagens, manter de forma excelente a limpeza e a higienização de equipamentos e utensílios e montar um plano de manutenção preventiva estão entre as ações que são fundamentais que ajudam a garantir que as indústrias deste ramo fechem o mês no azul, e com lucros”, afirma.

Para o especialista, atualmente, as fabricantes de ração podem contar com uma espécie de aliado, que se bem aplicado e controlado, pode auxiliar em processos de qualidade. “A chamada Instrução Normativa 04, implantada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), em 2007, visa padronizar procedimentos de forma a garantir o mínimo de qualidade em uma indústria que fornece alimento para a nutrição animal”, esclarece.

No entanto, segundo o especialista, existem outros pontos obrigatórios tão importantes quanto esses, e que também contribuem para o ganho de qualidade e minimização de perdas financeiras.

 

“É importante que as empresas conheçam e entendam todas essas boas práticas de fabricação, não só como uma norma para preenchimento de registros e formulários, mas como uma forma de garantir a excelência do produto e contribuir de forma contínua para as melhorias de processo”, alerta.

Importância da nutrição animal

Vários segmentos da produção animal, hoje, estão se preocupando cada vez mais com aspectos como a qualidade da alimentação fornecida aos animais. Para Alessandro, esse cuidado vem se tornando comum na medida em que criadores observam a importância da nutrição para um bom desenvolvimento e produção animal.

“A prova disso é que, atualmente, 70% do custo da produção animal vêm se concentrando basicamente na produção de ração animal”, finaliza.