Para atrair produtores, “guia” mostra estrutura dos espaços de congressos e shows

Notaparana

O Instituto Municipal de Turismo de Curitiba elaborou um “guia” para produtores de eventos, que lista todos os espaços para congressos e shows da cidade. O documento mostra as características de cada local, como capacidade de público, metragem, número de salas e auditórios e quantidade de vagas no estacionamento.

A presidente do Instituto, Tatiana Turra, conta que o material é inédito em Curitiba. “Estamos trabalhando para tornar a cidade mais atraente e contribuir para o mercado de eventos”, diz. O documento ficará disponível para consulta em www.turismo.curitiba.pr.gov.br.

Em 2017, Curitiba teve mais de 330 shows, congressos profissionais e técnico-científicos, eventos esportivos e festas religiosas. Importante para o turismo e a economia local, o setor de eventos encontra na cidade um ótimo local para seus profissionais trabalharem. São 158 espaços, que juntos têm capacidade para atender 245 mil pessoas.

Segundo Tatiana, a infraestrutura de Curitiba comporta eventos de diversos perfis e tamanhos. “Esse levantamento é parte de uma iniciativa para organizar a demanda e facilitar o trabalho dos produtores que, em muitos casos, são de outras cidades”, explica ela.

Boa estrutura

O diretor executivo dos espaços de eventos do Grupo Positivo, Marcelo Bueno Franco, explica que Curitiba tem grandes diferenciais competitivos. “O custo-benefício da nossa cidade é muito interessante para qualquer organizador”, afirma Franco. O grupo tem cinco espaços para eventos, entre centros de convenções e teatros.

Além das redes hoteleira, de restaurantes e shoppings e do aeroporto, Franco considera a cadeia de serviços – segurança, recepcionistas, produção – que cerca os eventos, um aspecto positivo. “Damos um excelente serviço por um custo menor que outras cidades”, diz ele.

Um dos sócios do Usina 5, Patrick Cornelsen acredita que a boa composição de serviços e até a beleza de Curitiba são pontos favoráveis na hora de atrair eventos. O panorama, acredita, tende a melhorar. “A cada ano que passa Curitiba vem ganhando mais estrutura para atender esse mercado crescente”, avalia Cornelsen.

O espaço foi inaugurado em outubro de 2017 em um evento com público de 10 mil pessoas, dos quais 25% eram turistas, de acordo com o empresário. A redução da alíquota do ISS, aprovada no ano passado, é determinante para o desenvolvimento do setor. “Era uma reivindicação antiga e que encoraja as empresas a trabalharem em Curitiba.”

Redução do ISS

No fim do ano passado, organizadores de eventos celebraram uma novidade: a redução da alíquota do ISS de 5% para 2%, medida que visa fortalecer o setor, que tem impacto direto no turismo.

A sanção da Lei Complementar nº 107 – aprovada pela Câmara Municipal de Curitiba em 2017 – foi um compromisso de campanha do prefeito Rafael Greca cumprida já em seu primeiro ano de mandato com objetivo de estimular o segmento.

Saiba mais.

Oferta variada

Os espaços desportivos são responsáveis pela maior parte da capacidade total de pessoas, com espaço para 106.502 pessoas. Os 21 teatros de Curitiba somam 37.995 lugares e são a segunda categoria com maior capacidade de público.

Curitiba conta também com sete Centros de Convenções, que juntos têm capacidade para 32.687 pessoas.

Tipo de Lugares Quantidade Capacidade total de pessoas
Centro de Convenções e Feiras/Exposições 7 32.687
Clubes 6 10.290
Espaços Desportivos 4 106.502
Espaços de Eventos 16 19.941
Coworking 6 749
Hotéis 70 19.023
Associações/Empresas/Entidades/Federações/Instituições de Ensino 11 7.166
Museus/Espaços Culturais 3 970
Restaurantes 14 9.776
Teatros 21 37.995
TOTAL 158 245.099