Projeto Código Verde é reconhecido pelo ineditismo

O Projeto Código Verde está ganhando projeção nacional. Em recente evento promovido pela Câmara Americana de Comércio (Amcham-SP), o projeto foi reconhecido com o Prêmio ECO 2018. Criado em 1982 pela Amcham, o Prêmio ECO é o mais tradicional troféu de sustentabilidade empresarial do Brasil. Neste ano, a 36ª edição do prêmio reconheceu 46 projetos produzidos por 38 empresas que se destacaram pela inclusão da sustentabilidade em seus negócios, com práticas que envolvem a busca pela eficiência energética, logística reversa, turismo inclusivo, cidades inteligentes, entre outras.

Código de barras padrão GS1 identifica matrizes da Mata Atlantica

Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil, PariPassu, Zebra Technologies, 3M e Reservas Votorantim são as empresas envolvidas no projeto, com a finalidade automatizar o processo de rastreabilidade de plantas da maior reserva privada de Mata Atlântica do Brasil, com 31 mil hectares. O código de barras é o principal recurso de identificação das plantas. O objetivo maior do projeto é o reflorestamento de áreas degradadas e o incentivo do paisagismo com espécies nativas.

Comments are closed.