Saúde em dia: aproveite melhor as férias de julho

0
113

Saiba quais exames são indicados realizar para curtir o período de descanso com mais saúde e disposição, além de poder prevenir doenças precocemente

Férias de julho chegando, viagem programada, criançada em férias e você precisa daquela energia e disposição para aproveitar ao máximo os momentos em família, amigos ou mesmo aquela viagem.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou em 2018, pela primeira vez, um relatório com diagnósticos essenciais para os centros de saúde, com o objetivo de possibilitar o tratamento precoce e aumentar as chances de cura de algumas enfermidades. A pesquisa mostra, por exemplo, que 46% dos adultos o mundo não receberam diagnóstico para o diabetes tipo 2, o que pode levar à cegueira e à amputação se não tratada.

Nesse sentido, é importante aproveitar os momentos de pausa para cuidar da saúde. Para o responsável técnico do Laboratório LANAC, Marcos Kozlowski, o objetivo do checkup é detectar doenças na fase sem sintomas ou riscos que podem comprometer a saúde e o bem-estar.

“Estudos mostram que as doenças crônicas não-transmissíveis são as principais causas de mortalidade e invalidez no mundo, e que afetam as pessoas no seus anos mais produtivos. Por isso a importância de exames para a detecção de doenças cardiovasculares, respiratórias, do aparelho digestivo e demência devem ser o foco das atitudes preventivas”, avalia Kozlowski

Basicamente, os exames para um check up incluem, além da sorologia básica, a medida de pressão arterial a partir dos 18 anos, exames de sorologia para HIV, sífilis e hepatites, papanicolau anual e mamografia a cada dois anos para mulheres, e de próstata nos homens a partir dos 50 anos.

O relatório da OMS para diagnósticos essenciais inclui 113 testes divididos em dois grupos, 58 para o diagnóstico de condições comuns, como o rastreamento de sangue e urina; e os outros 55 para doenças prioritárias para o monitoramento e controle, como HIV, tuberculose, malária, hepatites B e C, HPV e sífilis.

            Segundo o especialista, o ideal é fazer o check-up em um dia que a rotina não foi alterada. “Se exagerou no domingo e fizer o exame na segunda-feira, pode ter alterações no resultado”, explica, lembrando que se o paciente come doce todos os dias, não vale fazer uma dieta antes dos exames. “O correto é manter seu padrão de alimentação para ter resultados fieis ao seu estado de saúde”, completa. O jejum de 12 horas é outra recomendação que deve ser seguida à risca para quem vai se submeter a exames de sangue. “Exames como o de glicose e triglicerídeos, bastante tradicionais nestas revisões, podem sofrer alterações se algum alimento tiver sido ingerido nas 12 horas anteriores a realização”, completa.

Sobre o LANAC – Laboratório de Análises Clínicas

Há 27 anos, o LANAC – Laboratórios de Análises Clínicas se diferencia por se manter, com orgulho, como empresa 100% paranaense. A empresa possui 45 unidades de atendimento em diversos bairros de Curitiba, além da Região Metropolitana, Rio Branco do Sul, Foz do Iguaçu e Santa Catarina. Hoje, o laboratório oferece mais de dois mil tipos de exames, além de coleta domiciliar e assessoria científica para médicos e conta com mais de 400 colaboradores. Recebe exames de 25 laboratórios, atuando como laboratório de apoio. A sede central, com 1.200 m², é o maior centro de análises clínicas de Curitiba. A empresa participa de testes de proficiência do Controle Nacional de Qualidade da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, com nota excelente desde 1992 e mantêm a certificação ISO 9001/2015 atualizada desde 2004.