Sound Bullet amplia universo do álbum “Home Ghosts” com Deluxe Edition

0
123

Encerrando um 2020 significativo para a Sound Bullet, a banda carioca lança uma versão estendida de seu segundo disco de estúdio, “Home Ghosts”. O trabalho marcou sua estreia pela Sony Music Brasil e um amadurecimento em uma sonoridade desde sempre guiada pelo math rock, post-punk revival, alternativo e indie. Agora, os músicos somam à tracklist uma série de releituras lançadas no projeto “(decasa.)”, que revisitou canções do álbum abarcando novas referências. A Deluxe Edition de “Home Ghosts” já está disponível para streaming.

A Sound Bullet já havia revelado duas das faixas reimaginadas em “(decasa.)”: “Hope” e “Dance Tak Dance”, esta última com participação de Monollogo, projeto solo do músico Caio Weber, da banda Cefa. Além delas, a nova edição do álbum inclui “Shabby”, “Simple”, “I was in Lisbon you were in Paris” (com Arthur Aires, também conhecido como Maipo Beats) e “Reveries” (recebendo linhas de sax de Pedro Silva). A ideia era trazer uma nova visão para as canções que não seriam ouvidas ao vivo durante um bom tempo, com a suspensão dos eventos e shows devido à atual pandemia. Assim, as faixas que foram escritas na estrada foram repaginadas.

“Uma das coisas que mais gostamos de fazer é rearranjar as músicas. Imaginar como elas ficariam em outras roupagens. Dá trabalho, mas é divertido. Nesse momento em particular, quisemos trazer outros elementos de neo soul e lofi hip hop que a gente não costuma usar, mas que estão sempre dentro das nossas referências. Além disso, o Home Ghosts foi especial pra gente, e fazer essas versões é quase como um presente pra gente e pros fãs. Por isso também a ideia de lançar ainda esse ano, para marcar 2020 como o ano do Home Ghosts, pra que a gente possa se agarrar nas coisas boas para conseguir passar por todos esses momentos difíceis”, resume a banda.

O existir dentro da sociedade, ao lado dos relacionamentos com o mundo e a busca por uma paz interna dão a tônica de “Home Ghosts”, um passo além nos temas explorados no disco “Terreno”, de 2017, que olhava muito para o mundo externo. Com o primeiro trabalho, a Sound Bullet circulou por diversas regiões do Brasil e venceu o concurso EDP Live Bands, que garantiu uma apresentação no festival português NOS Alive, além de um contrato com a Sony Music. A gravadora lançará também seu próximo disco.

A banda conta com Guilherme Gonzalez (vocal e guitarra), Fred Mattos (baixo), Rodrigo Tak-ming (guitarra), Henrique Wuensch (guitarra e synth) e Pedro Mesquita (bateria). Os discos lançados pela Sony integrarão uma discografia que inclui também o EP de estreia, “Ninguém Está Sozinho”, produzido por Diogo Strausz e o single “Mineirinho”, uma releitura indie do sucesso do Só Pra Contrariar lançada em 2019.

Ouça: